Pessoas especiais na minha vida me fizeram ter expectativa de vida

Me chamo Nádia Peixoto e durante vinte e seis anos venho sofrendo com dores terríveis e quase invalida, sem expectativa de melhoras devido aos diagnósticos que os reumáticos tantos dos SUS e Particular que diziam que eu não tinha reumatismo no sangue e nem outro tipo de doença.

Então como estava em crise e com meus joelhos inchados principalmente meu joelho esquerdo com deformidade e sem movimentos praticamente fiquei desesperada sem saber que fazer para contornar essa situação que eu estava vivendo. Então a mãe da minha cunhada preocupada com meu problema sugeriu marca um consulta com a reumatologista doutora Carla Perizini Rossi aqui em minha cidade.

Porém ela só atende particular meus irmãos (as) se reuniram para me ajudar pagar consulta e que eu fosse precisar para meu tratamento. Quando entrei no consultório dela apoiando numa bengala e sem examinar e sem ver meus exames ela logo de cara já disse que era Artrite Reumatoide Crônica pela situação que me encontrava naquele momento. Quando ela abriu meus exames sangue viu meu que meu reumatismo deu mais que levado e laudo da minha ressonância do meu joelho esquerdo deu sugestivo sinovite, derrame articular,  deformidade, perda de cartilagem entre outros problemas  comprometendo meu joelho e também meus pés deformando.

 Minhas mãos inchadas e adormecidas e com dor no lado direito e esquerdo do meu peito e com fadiga constantemente. Assim que doutora terminou de me examinar e ver meus exames ela ficou perplexa e indignada por eu nunca ter feito um tratamento adequado para meu AR. Eu disse para ela que fui a vários médicos reumatologista e que nunca deram um diagnostico coerente do que eu tinha de verdade.  Aí ela já começou o tratamento em mim no mesmo dia tirando liquido grosso do meu joelho que estavam inchados feito uma bola e com pelote e também doendo demais. Ainda não foi suficiente ela mandou comprar uma injeção Triancil para aplicar no eu joelho esquerdo e o direto não precisou fazer nada na graça de Deus.

Porque fiquei roxa com aplicação que ela fez no meu joelho esquerdo a minha cunhada e minha irmã que estavam me acompanhando no consultório ficou com dó de mim.  Depois que ela terminou aplicação no meu joelho ela me disse que ainda tinha liquido para tirar nas próximas consultas. Daí ela me orientou sobre medicamentos que seriam receitados para diminuir minha inflamação e disse que o anti-inflamatório só perfuma AR invés de combate direto em sua raiz. Então ela me receitou Omeprazol para proteger meu estomago, vitamina Oscal D para fortalecer meus ossos, manipulado de Difosfato Cloroquina 150mg, Prednisona 10 mg e Diacereina 50 mg,  Prelone e Profan no momento de crise, Tecnomet, Arava (leflunomida)20mg e pomada Chefran. Se esses remédios não abaixarem minha inflação vou ter que usar método biólogo.

Além desses remédios todos faço fisioterapia e hidroterapia duas vezes por semana, caminhada e duas vezes ao dia faço complexa de água quente e passo pomada para aliviar dor e diminuir inchaço do meu peito que tem dia que me sufoca tanto que doe.

Com um mês de tratamento não uso mais minha bengala, meu joelho esquerdo era uma bola que parecia explodir qualquer momento desinchou bastante só deformidade nele e nos meus pés não tem como reverter. Estava praticamente invalida sem poder locomover  e sem expectativas de melhores para minha vida.  Pois hoje com tratamento mesmo eu tendo complicação nos meus movimentos sinto melhoras quando ando, quando sento e levanto e faço minhas atividades diárias sem sentir dificuldade para me locomover e sem sentir dores fortes como era antes.  É impressionante que em pouco tempo de tratamento como amenizou minhas dores, diminuiu minha fadiga e desincharam bastante minhas juntas somente minhas deformidades não têm mais como desaparecer.

Acredito muito que, com repouso, com fisioterapia e uma alimentação saudável pode ter uma qualidade melhor de vida.  E nunca deixar a nossa doença nos vencer ao contrario temos que sempre lutar contra ela não se entregar em momentos difícil que vivemos quando entramos em crise devido AR. Força sempre e muita fé em Deus.

Agradeço de coração o apoio, o amor e o carinho que meus pais, minhas irmãs, meus irmãos, minha cunhada Lisa, meus sobrinhos (as) dão para mim cada dia que passa em minha vida. Sem eles não sou absolutamente nada nesta vida. Agradeço carinhosamente minha medica doutora Carla Perozine Rossi com que meu deu novamente expectativa de vida e pela sua competência como médica. Agradeço afetivamente Fernando Leite e o Carlos  Rossi estudante de fisioterapia do Anhanguera que em pouco tempo proporcionou melhoras em meus movimentos, amenizando a minha dor e  minha fadiga  com exercícios específicos para paciente com AR, remédios e a fisioterapia complementam um ao outro.

Agradeço especialmente a você Priscila por dar esse espaço e oportunidade para compartilha minha historia de vida no seu blog. Espero que eu possa contribuir com algo em meus testemunhos para as pessoas que acessam seu blog. Parabéns pela sua dedicação com o próximo, obrigada pelo seu carinho.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!