Osteoporose: 8 cuidados para evitar acidentes em casa

A osteoporose é uma doença silenciosa, não tem sintomas e não dói. Uma de suas consequências é a fratura vertebral sem trauma e espontânea, o que acarreta uma série de problemas, veja a seguir 8 cuidados essenciais para evitar acidentes.

paulinha1

1- Banheiro

O banheiro é um dos locais que mais propiciam quedas. Umidade, chão liso e espuma formam a combinação perfeita para resultar em quedas e fraturas. Por isso, todo o cuidado é pouco: instalar barras de apoio é uma necessidade básica para ter no banheiro de todos os idosos; incluir tapetes antiderrapantes e deixar o ambiente bem seco após o banho também são atitudes que precisam ser policiadas frequentemente.

2- Iluminação

Caminhar em um ambiente escuro pode acarretar sérios perigos quando se tem os ossos frágeis. Isso porque qualquer impacto mais forte pode ocasionar em lesões e, por mais que se conheça todas as posições nas quais os móveis se encontram, todo cuidado é necessário. Portanto, deixar uma luz do corredor acesa ou instalar pequenas luminárias nas tomadas são ótimas ideias.

3- Toalhas de mesa

É preciso prestar atenção ao tamanho das toalhas. Embora essa preocupação seja mais frequente com as crianças (que podem puxá-las e causar acidentes derrubando tudo o que estiver em cima da mesa), os idosos também podem se prejudicar, já que existe um grande risco de a toalha se enroscar nos pés tanto na hora de se sentar ou de levantar quanto na hora de passar perto da mesa, desencadeando possíveis fraturas.

paulinha2

4- Altura da cama

Até mesmo a hora de dormir pode se tornar um fator de risco. Se a cama for muito alta, o idoso corre o risco de se desequilibrar quando foi deitar ou se levantar dela. Portanto, é necessário observar bem a altura e verificar se, quando sentada, a pessoa consegue apoiar totalmente os seus pés no chão.

5- Fios

Os fios dos aparelhos eletrônicos estão visivelmente espalhados pelo chão? Então, uma atitude deve ser tomada acerca disso. Tropeçar em um deles pode ser crucial para a obtenção de fraturas, tanto para idosos quanto para crianças. É preciso checar ainda a situação na qual se encontram os pisos: possíveis rachaduras também podem ocasionar tropeços.

6- Escadas

Se a casa possuir escadas, não se deve abrir mão de duas regras essenciais: é necessário que haja um corrimão, para servir como apoio e proporcionar equilíbrio, e fitas antiderrapantes, que devem ser instaladas na ponta de cada um dos degraus.

paulinha3

7- Tapetes

Eles podem até parecer inofensivos, mas além da função de enfeitar a casa, os tapetes podem agir como verdadeiras armadilhas. Por isso, é aconselhável que todo o chão tenha o seu trânsito facilitado, e isso inclui a retirada das passadeiras e demais tapetes. No banheiro, entretanto, não é preciso abrir mão deles, desde que sejam de borracha antiderrapante ou, caso a função seja de secar os pés, eles precisam estar presos ao chão com uma fita adesiva de alta fixação.

8- Organização

É preciso se lembrar: uma casa organizada é uma casa segura. Por isso, baldes, vassouras e produtos de limpeza devem estar sempre em seu devido lugar: na lavanderia (e, de preferência, muito bem arrumados). Qualquer empecilho que estiver no meio do caminho pode ser um motivo a mais para causar uma queda. Além disso, nada de deixar poças de água espalhadas pelo chão, pois um local úmido e escorregadio pode desencadear sérios problemas.

Fonte: Alto Astral

Social Media

Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×

Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!