Óleo de coco faz tão mal quanto a gordura da carne e da manteiga

Um alerta da Associação Americana do Coração levanta suspeitas sobre o alimento do momento: o óleo de coco.

O problema é a quantidade de gordura saturada, que pode aumentar o nível de colesterol ruim no sangue. O colesterol ruim, quando muito elevado, pode entupir veias ou artérias e provocar infartos e derrames.

O óleo de coco é frequentemente visto como um tipo mais saudável de óleo, mas a Associação Americana de Cardiologia afirma que ainda não há estudos que provem isso. A associação aponta que esse óleo tem 82% de gordura saturada, mais que a manteiga, a gordura bovina ou a banha de porco.

A associação recomenda consumo moderado de óleo de coco, assim como de qualquer outro alimento rico em gordura saturada.

As opções mais saudáveis são outros óleos vegetais, como o de girassol e o clássico azeite, ricos em gordura insaturada, que é saudável.

Os especialistas alertam que o nosso corpo precisa de gorduras – elas são fonte de ácidos graxos essenciais e ajudam o organismo a absorver as vitaminas A, D e E, por exemplo, a questão é qual tipo de gordura consumir.

Fonte: G1

Anúncios

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de Artrite Reumatoide aos 26 anos, enquanto atuava como enfermeira, estava acostumada a lidar com a dor, porém, a dor dos outros. De repente a dor passou a ser minha companheira. Troquei o cuidar assistencial pelo cuidar informacional e escrevi o Blog Artrite Reumatoide, para compartilhar a minha dor, aprendi então, que Dor Compartilhada é Dor Diminuída. Hoje sou “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde e uma eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Se você gostou dessa publicação, nos incentive a continuar, deixe seu comentário!