O sonho nos dá, aquilo que a artrite nos nega

🔁 Quantos sonhos a #AR tirou de você❔
♧ Ela chega como uma ameaça do destino, as dores gritam em nosso

s ouvidos “você não vai conseguir”, a limitação reafirma “impossível, você não pode” 💡então, bate aquela super coragem e dizemos “eu consigo, eu posso”, isso só acontece quando entendemos que com #AR tudo é possível, porém, com moderação, com readaptação e sobretudo aceitação.
↪Não deixe a convivência com a doença  limitar sua capacidade de sonhar, lute pela realização de seus sonhos, mesmo que os realize de um novo jeito, a seu tempo e dentro  do seu limite❗
#BomDia #SemDores #SonhAR #RealizAR #BlogAR #ArtriteReumatoide #AR.

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

2 Comentários

  1. Sou enfermeira aposentada a 12anos por invalidez graças a AR. Amo esse blog pq aprendi a cada dia que devemos compartilhar nossa dor e nosso limite. Só uma pessoa com doenças auto imune compreende. Agradeço a Deus todos os dias pq a cada dia é uma batalha vencida. Creio em um Deus que não desampara e sempre põe profissionais e pessoas como vc Priscila para nos dar força. Tenho mobilidade reduzida. Só me adaptei a duas bengalas pq tenho artrite no joelho esquerdo e artrose no direito; não posso forçar os punhos para não piorar as dores. Procuro participar de tudo na minha igreja e graças a Deus todos me ajudam e tudo é feito de acordo com meu limite. Descobri que as dores são acentuadas de acordo com o emocional. Tenho um marido que não posso deixar de falar é um amigo, companheiro, ajudador, cuidador.Isso me ajuda a levar a vida mais tranquila. Tudo ficou mais fácil quando deixei a vergonha de lado e assumi minha deficiência, hoje viajo, passeio e convivo com os meus limites sempre tentando vence los. Todos os meus filhos e netos são atenciosos e me dão muito apoio.conviver com AR é difícil mas com amor a gente consegue ter uma qualidade de vida melhor.
    Obrigada Priscila e comunidade por podermos trocar experiências.
    Deus abençoe a todos.

    • Uau!! quantas palavras de sabedoria, que somente uma mulher linda por fora e por dentro, poderia dizer! Obrigado pelo carinho em seguir e gostar do blog, ele é um projeto do meu coração e certamente é um projeto do coração de Deus para todos nós, pois somente com muita determinação, fé em Deus e benção de Deus é que podemos superar a todos os limites que a doença tenta nos colocar e nós, de teimosa vamos derrubando um a um. Parabéns pela família, pelo amor e pela convivência em paz com a #AR, resiliência é o caminho dos sábios, quem aprende a conviver com a doença, consegue viver em paz! Bjs

Olá, deixe um comentário!