O que a artrite tem haver com os olhos?

A artrite reumatoide é classificada no grupo de doenças chamada colagenoses, que são doenças auto imunes que atacam os tecidos conjuntivos que estão presentes nas articulações porem também estão presentes no globo ocular.

As doenças oculares mais comuns presentes na artrite reumatoide são:

Ceraconjuntivite sicca: que é caracterizado pelos olhos secos, sensação de areia nos olhos. Os sintomas são: Hiperemia, prurido, baixa acuidade visual, diminuição da quantidade e qualidade de água que produz a lágrima,  não é a mesma coisa que a síndrome de sjogren, porém está presente nele.

Episclerite: É a inflamação da membrana da episclera, é auto limitada e apenas 30% estão relacionadas a doenças sistêmicas, pacientes em uso de lentes de contato podem desenvolver essa inflamação com mais facilidade.

Esclerite anterior:  É a doença mais associada a AR, é uma doença incomum e causa bastante dor ocular, não necrotizante, difusa e nodular, está relacionada com as crises da doença reumática, dados mostram que quando se tem uma esclerite, o prognóstico da AR é um pouco pior.

Esclerite Necrotizante: é a forma mais agressiva e inflamatória, formando vasos oclusivos.

Esclerite necrotizante não inflamatória: é uma forma sem dor, porém também muito associada a AR em pacientes com a doença agressiva.

Alguns medicamentos tem efeitos colaterais que podem causar alterações nos olhos, como a hidroxicloroquina que pode causar efeitos colaterais como córnea verticilata, que é o deposito de medicamento na córnea, por isso quem faz o uso da hidroxicloroquina, deve manter um acompanhamento oftalmológico no minimo a cada 6 meses, essa prática previne que esse deposito de medicamento ocorra e então o paciente pode manter o tratamento normalmente.

Outro medicamento que pode afetar os olhos é o corticoide, que pode levar à uma catarata induzida pelo seu excesso de uso, e também pode causar aumento da pressão do olho, mas que também pode ser corrigida com cirurgia de implante de lentes intra oculares. Lembrando que esses efeitos colaterais são possíveis efeitos que podem ser prevenidos se o paciente fizer acompanhamento oftalmológico preventivo, então não é motivo de preocupação caso você utilize algum desses medicamentos citados, converse com o seu médico e faça uma avaliação sobre a saúde dos seus olhos.

Escrito por: Dayane Ferreira de Melo, Inspirado na palestra do Drº Tiago Tomaz de Souza – Oftalmologista, apresentada no 1º Encontro AR°trativa.

 

Social Media

Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×

Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!