O quarto ciclo ou último ciclo de Rituximabe

imageSe preparando para a dose semestral de Rituximabe (Mabthera), só de lembrar dos primeiros dias pós/infusionais, bate aquele medinho, remédio seria perfeito, se não tivesse efeito colateral, mas, é por causa dele que eu convivo em harmonia com #AR durante 6 meses, porém, os últimos dois meses, voltei para o corticoide,  um sinal de resistência ou, perda de eficácia, biológico com corticoide não é um bom sinal, no início de junho as minhas provas inflamatórias super se elevaram indicando franca atividade da Artrite Reumatoide, na ocasião só tinha 4 meses do último ciclo, logo, tive que retornar ao uso de corticoide, fiz uma dose de ataque com injeção e agora estou com 10 mg, na última avaliação, em decisão compartilhada, meu reumato considera que após este ciclo, se não conseguir se livrar do corticoide e manter a AR controlada, terei que dar adeus ao Rituximabe e partir para um quarto biológico. Fé em Deus em Deus e perseverança no Rituximabe pois, trocar de medicamento sempre tem efeito colateral, nosso corpo sempre sente a troca , isso não é nada legal, torcendo para esse quarto ciclo ser eficaz!

Agora é tomar coragem e agendar a infusão do quarto ciclo, bem que poderia ser tudo de uma vez só, tomar Rituximabe é passar mal um pouquinho hoje é daqui 15 dias também!

E dessa vez, eu retirei no SUS a caixa nova dos medicamentos biológicos, segundo a Anvisa, as caixas foram trocadas por causa, da “Lei da Publicidade Médica” mas, acho que eles esqueceram de trocar a bula, que continua com a marca Mabthera :).

 

 

 

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));