O Primeiro momento – A Descoberta do Diagnóstico

A artrite reumatoide é uma doença crônica e degenerativa, ou seja, infelizmente é uma doença com a qual o paciente irá conviver ao longo de sua vida, causando dores, sofrimentos físicos e emocionais, que poderá até entrar em remissão, mas a qual sempre precisará ter cuidados, passar sempre por uma avaliação médica.

O paciente e os familiares, quando descobrem a artrite reumatoide, se veem em uma nova situação, que por ser uma doença crônica, precisarão de uma reestruturação psicológica, física e de vida. Muitos pacientes entram em um processo de angústia, por causa das dores e por não conseguir realizar suas atividades diárias como antes, por muitas pessoas não a entenderem, outros pacientes começam a se questionar ¨Por que EU?¨,  ¨Por que comigo?¨ ; outros entram em um processo de negação, deixam de tomar os medicamentos corretamente, piorando o seu quadro.

O apoio familiar, emocional , social e psicológico é essencial para o paciente que acabou de descobrir a artrite reumatoide, para a readaptação de sua vida. A ajuda de um profissional é importante, tanto para o paciente, quanto para os familiares que convivem diariamente com ele, para que este processo de readaptação e reestruturação de vida, seja facilitado e menos doloroso à ambos. O psicólogo é um profissional preparado para ¨ESCUTAR¨ a pessoa (paciente ou familiar) e com isso , ¨AUXILIAR¨ a ¨se conhecer¨ e ¨se reconhecer¨, como uma nova pessoa neste processo de descobrimento da artrite reumatoide, para que suas emoções e seus sentimentos frente ao diagnóstico, seja menos traumático e doloroso, sendo assim, melhor aceito, para que isto não afete negativamente o seu tratamento e consequentemente, sua vida.

Colunista
Psicóloga, formada pela UNISAL , com pós-graduação e especialização em Psicologia Hospitalar pela UNISA. Diagnosticada com AR à quase 7 anos. Amo escrever e ajudar as pessoas a compreenderem melhor a AR, conscientizando a necessidade de uma readequação de vida (tanto física , quanto psicológica, assim como em sua casa e trabalho), para que o paciente tenha mais mobilidade e uma melhor qualidade de vida. CRP 06/69992
×
Psicóloga
Psicóloga, formada pela UNISAL , com pós-graduação e especialização em Psicologia Hospitalar pela UNISA. Diagnosticada com AR à quase 7 anos. Amo escrever e ajudar as pessoas a compreenderem melhor a AR, conscientizando a necessidade de uma readequação de vida (tanto física , quanto psicológica, assim como em sua casa e trabalho), para que o paciente tenha mais mobilidade e uma melhor qualidade de vida. CRP 06/69992
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!