O Lúpus é pra mim a Superação – Ariana Zatta

Ariana Zatta

Meu nome é Ariana Zatta, e fui diagnosticada com LES em Janeiro de 2011 estava com 26 anos de idades, mas em Dezembro de 2010 não conseguia andar de dor e inchada e fiz todos os exames que existem e todos negativos, até que uma enfermeira que tem uma filha com LES deu essa dica para a médica do posto e a médica pediu o FAN e Anti DNA e foi assim que descobri.

Onde tudo mudou, nunca em minha vida havia ficado internada, fiquei 3 meses, onde sempre cuidava do meu cabelo até a cintura e vi ele todo caindo, onde amava ir para a faculdade onde fazia Biologia e tive que trancar e meu ex namorado só esperou 2 semanas que sai do hospital para terminar comigo, foram momentos de revolta e depressão. Na internação com 25% dos rins funcionando (Nefrite), tive infecção generalizada, tive que fazer transfusão de sangue…foram momentos bem tensos, sai do hospital com 14 medicamentos. No total foram 8 pulsos com Ciclofosfamida e Solomedrol, em Agosto de 2011 suspenderam as pulsos e passei a usar o Aazatioprina e cortaram metade dos medicamentos, e foram diminuindo gradativamente o predinizona, foram momentos de extrema solidão pois não conseguia descrever as dores que sentia e a ausência de muitos que por conta da doença e da minha nova aparências simplesmente sumiram.

Em janeiro de 2012, estava sem o predinizona, voltei a faculdade, ainda um pouco inchada, mas com os cabelos crescendo, simplesmente tive que recomeçar do zero, em uma nova turma, desempregada e com algumas restrições (praia e academia), 2012 passou bem rápido… 2013 decidi investir na minha formação e consegui um estágio na área de educação, monitória de Biologia em um colégio particular, já estava “normal” cabelos grandes e magra sem bochechas, e logo a SEDU me chamou para atuar na rede estadual de educação onde estou até hj e onde confirmei meu amor por ser professora, a médica diminui meu hidroxicloroquina e tirou remédio de pressão .

2014, ano de formatura…quase Bióloga, a médica liberou academia e estou treinando pesado de segunda a segunda, continuo dando aula e até um namorado Deus me presenteou…dias 23;24 de Agosto realizei um doas meus sonhos que era de subir o Pico da Bandeira e ver o Sol nascer (até irônico ver o que me faz mal nascer), mais foi extremamente maravilhoso, em Dezembro me formo com a graça de Deus e continuarei a luta…farei 30 anos em Outubro!

Hoje estou apenas com dois medicamentos azatioprina 50mg e hidroxicloroquina 200mg, mas com autorização da reumatologista faço uso de suplementos de academia e polivitamínicos, e um treino pesado para quem sabe competir entre fisioculturistas. Hoje me encontro recuperada de tantos traumas e o lobo dorme num sono bem profundo, estou sem dor e somente lutando para realizar meus sonhos.

O que o lúpus é para mim? Superação …

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

1 Comentário

Olá, deixe um comentário!