O diagnóstico de Artrite Reumatoide foi um choque!

Ola, meu nome é Ana Carolina Sakuyama de Oliveira, sou portadora de AR desde agosto de 2010. No começo foi um choque, pois, não tinha muita informação sobre a doença e logo no começo não consegui ser atendida por um reumato. Na verdade quem descobriu minha AR foi um médico do PS do meu convenio. Desde então fui medicada e no mês de dezembro consegui passar pelo especialista. Desde do começo sinto muita dor, mesmo medicada as vezes tenho crises, já estou no meu segundo medicamento biológico, pois, o primeiro não fez muito bem.

Minha vida teve muitas mudanças tanto na vida profissional como no lar. No serviço depois de dois anos e meio consegui me readaptar, pois, sou professora da rede estadual de São Paulo, ultimamente estou trabalhando na biblioteca da escola onde tenho sede. Em casa tudo mudou, principalmente nas tarefas do dia-a-dia. Apesar das dores e das limitações vou vivendo, pois, não e porque eu tenho AR que eu tenho que parar de viver. Mas tem horas que da vontade de desistir de tudo, mas logo vem outro dia e tudo muda.

 Beijus e abraços a todos do Encontrar.
Ana Carolina Sakuyama de Oliveira

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

3 Comentários

  1. Eu tenho esta tal de AR só eu sei as dores que sinto e ainda tem uma senhora de diabetes, artrose, fibromialgia sei la mais agora eu sinto muitas dores dia ando mais ou menos dia ando so menos, vou vivendo agora deveriam ser dados os remédios pois são caros e difícil de acertar o melhor.

  2. Eu sofro muito com esta AR, dores demais e ainda diabetes, fibromialgia só JESUS me da forças para suportar.

Olá, deixe um comentário!