No inverno o frio, no verão o calor!

A Artrite Reumatoide é de fato uma doença de fases, fases que mudam com as estações do ano.

No inverno o nosso grande vilão é o frio, frio que piora a rigidez matinal, frio que dói para levantar da cama e dar os primeiros passos, frio que dói para colocar as mãos em água fria, frio que nos deixa inertes debaixo da coberta esperando a “dor passar”. O inverno passa, e logo, estamos cheios de esperanças, o frio passou e lá vem o calor.

Então, o Verão chega, a gente sempre se empolga, afinal, acabou aquela dor do frio, é o frio dói!

Mas com o verão vem a fadiga, fadiga que nos acompanha, acordamos sem ter que enfrentar o impacto do frio, mas no final da tarde estamos tão cansados que parece que carregamos o mundo nas costas. E no verão também, parece que nossas extremidades (mãos, pés) ficam um pouco mais inchadas, ainda não sei avaliar, se é edema ou se é coisa da minha cabeça. Ainda não sei também, se a fadiga do verão é característica da Artrite Reumatoide, mas desde 2006, passaram vários invernos e verões, e todo verão passou a ser pra mim composto de muita fadiga, é fadiga, não é preguiça!

A fadiga é uma luta do nosso corpo contra a nossa cabeça, o corpo pede, deita, a cabeça fala, levanta!.Um conflito, no inverno eu deito para aquecer e no verão eu deito para descansar.

Estamos ainda na primavera, mas não esqueçam o protetor solar!

Colunista no Portal Reumatoguia  “Recomeçar a Vida com Artrite Reumatoide”

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

6 Comentários

  1. olá boa tarde priscila ,olha eu acho verão maravilhoso, só em não ter quase dor nem vejo o resto, moro no ceará e não me vejo mas no frio pois não suporto mais dor, já senti tantas que hoje fujo de lugares que tenho ar condicionado, fui em janeiro passiar em são paulo a temperatura chegou aos 18 graus e já estava ficando com dor, ai vi que meu lugar é aqui mesmo . vc conhece fortaleza ?

  2. Oi Priscila Torres! Eu também me sinto assim no verão. No meu caso o verão é muito pior que o inverno. Esta semana aqui onde moro Novo Hamburgo RS chegou próximo dos 40ºc. Não estou me sentindo bem, a fadiga é demais, me sinto inchada, é bem complicado lidar com isso.

Olá, deixe um comentário!