Mulher com doença auto imune rara retira sua prótese ao vivo para mostrar sua realidade

Britânica tirou a prótese de seu rosto durante entrevista em programa de televisão; saiba mais sobre doença auto-imune que atinge Jayne Hardman

Há um ano Jayne Hardman foi diagnosticada com uma doença rara e progressiva que a atacou e provocou o comprometimento dos vasos sanguíneos de seu nariz de maneira abrupta, chegando ao ponto de necrosar o órgão até ele “cair”.

Desde então, ela recebeu uma prótese de nariz que usa diariamente em seu rosto. Preso por ímãs, o implante pode ser retirado a qualquer momento e, durante uma entrevista ao programa de televisão britânico This Morning , Hardman achou que seria uma boa ideia mostrar a realidade em sua face e removeu o falso órgão.

Hardman falava sobre a importância de divulgar a doença e alertar sobre como um diagnóstico precoce pode evitar problemas drásticos.

Para a britânica, a parte mais difícil foi conviver sem o órgão. “[Desde que perdi o nariz], eu não estava mais saindo, a menos que estivesse com meu marido ou indo a lugares que conhecia. Se eu fosse a algum lugar novo, eu sempre ficava olhando para baixo, porque se eu os erguesse e olhasse para as pessoas, certamente teria que lidar com elas me encarando”, conta ela.

Sua prótese foi criada por um médico do Queen Elizabeth Hospital Birmingham, que desenvolveu um molde baseado em outro rosto.

Hardman conta que ela tira o implante à noite, seguindo a recomendação médica, para evitar que perca ou derrube o nariz falso. Sobre o buraco que ficou em seu rosto, a mulher revela que colocou um pouco de gesso para evitar que insetos ou outros objetos caiam dentro de seu organismo.

Questionada sobre como seu nariz ficou daquela maneira, Hardman conta que o órgão foi necrosando, corroendo seu septo. “Meu nariz começou a cair no meu rosto”, afirma. “Assim, ao longo de alguns anos, a forma dele passou de inchada e estranha para algo completamente plano.”

Depois de ficar cinco anos sem conseguir ter sentir qualquer cheiro, ela explica que agora voltou a ter olfato. “Eu posso cheirar e, portanto, posso comer sem problemas”, disse.

Até conseguir o implante, Hardman foi rejeitada por vários médicos que não conseguiram diagnosticar o que havia de errado com seu nariz. Depois de sofrer dores e sangramento ela finalmente foi diagnosticada com um tipo de vasculite chamada Granulomatose de Wegener .

O que é Granulomatose de Wegener?

A Granulomatose de Wegener é um distúrbio incomum, de origem auto-imune, que causa inflamação dos vasos sanguíneos do nariz, seios da face, garganta, pulmões e rins por conta da produção inapropriada de auto-anticorpos.

Faz parte de um grupo de enfermidades chamado vasculite, que diminui o fluxo sanguíneo para os órgãos e pode afetar a forma como eles funcionam através de inflamações chamadas granulomas.

Os sintomas da doença incluem hemorragias nasais, sinusite, falta de ar, febre, dores generalizadas e sangue na urina.

Fonte: Saúde – iG @ http://saude.ig.com.br/minhasaude/historiasdemedico/2018-04-11/nariz-cai-protese-granulomatose.html

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));