Menina supera prova de corrida com muletas e vídeo viraliza: ‘Completou sorrindo’, diz pai

Com o recorde de 9,58 segundos na prova de 100 metros rasos, Usain Bolt é capaz de percorrer mais de 620m de distância em apenas um minuto. É impressionante, mas os aplausos da estrela jamaicana do atletismo não chegam aos pés da emoção de quem assistiu a corrida de apenas 35 metros da pequena Cecília de Souza, de 3 anos.

Cecília mora em Itatiba (SP) e anda com a ajuda de muletas. Sem tirar o sorriso do rosto, ela completou uma prova de corrida infantil e emocionou não só quem estava no local, mas diversos internautas. Um vídeo gravado pelo pai está fazendo sucesso nas redes sociais e conta com mais de 200 compartilhamentos. (Veja o vídeo acima)

Cecília nasceu prematura e com uma infecção que se espalhou pelo corpo logo nos primeiros dias de vida. Como consequência de uma paralisia cerebral leve, a parte motora da criança ficou afetada e hoje ela anda com a ajuda das muletas, carinhosamente apelidadas de Lili e Lelé.

“Ela usa uma órtese nos pés. A mão é um pouco lesionada, mas é quase imperceptível. Ela também tem um aparelho de surdez para compensar uma leve perda auditiva e algumas frequências de som”, conta o pai.

Apesar das limitações, a menina gosta de brincar, ler histórias em quadrinhos, passear pela casa e na rua. Ela foi convidada para participar da “Corrida de Fraldinha”, uma prova onde a criançada tinha que correr 35 metros. O objetivo era promover a prática esportiva.

Além dos amigos, a família da Cecília também estava presente. Durante a prova, que durou cerca de um minuto, a mãe acompanhou e bateu palmas para motivá-la.

Os companheiros de prova da Cecília foram os colegas da escola, mas até mesmo quem já estava acostumado com tanta fofuta, não resistiu na hora em que viu o vídeo.

“Assisti o vídeo e chorei como todo mundo. E cada vez que eu assisto, eu choro. É muito emocionante, muito emocionante”, diz a dona da escola, Maria Regina Fascina.

Fonte: G1

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!