Medicamentos de férias, voltam depois do Carnaval!

Medicamento-Ferias-1Todo ano é a mesma coisa, o período entre Dezembro e Março, marcam grande desabastecimento de medicamentos em todo o Brasil, desta vez, está faltando Cloroquna, Hidroxicloroquina e Metotrexate em vários estados, ainda temos a ausência do exame PPD (Teste para rastreio de tuberculose latente), solicitado aos pacientes que irão começar a usar medicamento biolígico.

Cloroquina, Hidroxicloroquina e Metotrexate são de competência das Secretarias Estaduais de Saúde, portanto, não cabe questionamentos ao Ministério da Saúde e sim aos Estados, por isso, orientamos a todos os pacientes que não conseguiram retirar estes medicamentos que registrem a falta na defensoria pública da sua cidade, ouvidoria da Secretaria de Saúde Local, informamos ainda o contato das associações de paciente da região

Os estados que registram essa falta são: Bahia, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Ceara e Curitiba. Por isso, informamos o site e e-mail das defensorias públicas:

Bahia: www.defensoria.ba.gov.br e-mail: gabinete@defensoria.ba.gov.br

Brasília: www.defensoria.df.gov.br e-mail

Ceara: www.defensoria.ce.gov.br  e-mail: gabinete@defensoria.ce.gov.br

Curitiba: www.defensoriapublica.pr.gov.br  e-mail: gabinete@defensoria.pr.gov.br

Minas Gerais: www.defensoriapublica.mg.gov.br e-mail: gabinete@defensoria.mg.gov.br,

São Paulo: www.defensoria.sp.gov.br e-mail: dpg@defensoria.sp.gov.br

Rio de Janeiro: www.portaldpge.rj.gov.br/Portal/estrutura.php e-mail: dpgerj@dpge.rj.gov.br, gabinete@dpge.rj.gov.br

Você pode consulta os contatos das defensorias públicas de todo o Brasil, neste site: http://www.anadep.org.br/wtk/pagina/defensorias_nacionais

A defensoria pública pode intervir enviando um Ofício ao Secretário de Saúde do seu Estado, determinando a regularização do fornecimento.

Lute pelo seu direito de acesso! Esses medicamentos fazem parte do protocolo de tratamento da artrite reumatoide e outras doenças reumáticas, a descontinuação do uso, pode trazer graves consequências ao paciente, como ativação da doença controlada ou agravamento dos sintomas e degeneração, além de perda da eficácia do tratamento. Comunique o seu médico e faça a denúncia na Defensoria Pública, fazendo isso, você não estará apenas ajudando a si mesmo, mas também, ajudará aquelas pessoas que por falta de informação desconhecem o seu direito.

Para que possamos intermediar a denúncia as Defensorias Públicas, solicitamos o preenchimento do nosso formulário online:

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!