A médica confirmou o que eu já temia: Artrite reumatoide!

Comecei a sentir dores em dezembro de 2011, e relacionei à um tombo que tive. Em janeiro de 2012, as dores ficaram mais intensas, tinha dias que eu não levantava. Estava desempregada, cuidando do meu filho e  do  meu neto. Em resumo, em 12 de março, o meu maior fantasma  se  confirmou, era portadora de artrite reumatoide!

Pelos sintomas já havia pesquisado e já relacionava minha dores a essa doença, quando a reumatologista, disse: “Tenho certeza que é AR, mas por protocolo vou pedir os exames, já comecei à tratar. Foi indicado a prednisona 20mg, e metotrexato, quando pesquisei e vi o que esses medicamentos causariam em mim, morri naquele momento.
Fui casada durante 7 anos, estava separada à dois, e no momento do diagnóstico “ensaiávamos” uma volta. Tudo foi por terra, e hoje sei que não foi pelo meu diagnóstico, mas naquele momento, sei lá. Só sei que ele me traiu novamente, com alguém muito mais jovem e saudável, ele não foi só infiel, foi desleal, pois só descobri por minha conta o fim do nosso relacionamento de 10 anos, pelo facebook, 2 meses depois do diagnóstico! Enfim, nunca mais voltei na reumato, tomo prednisona quando tenho dor, tandrilax, e tudo que me tira um pouco da dor. Não consigo me tratar, não aceito as limitações! Não consigo voltar na reumato, sei das consequências, me culpo, mas não consigo!

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Comentários
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: