Mantendo uma boa relação com a sua medicação

Você já ouviu dizer que crianças que são diagnosticadas com doenças graves têm mais chance de cura do que adultos? Nós do Qual Farmácia não sabemos de nenhum estudo científico que comprove essa ideia. No entanto, por lidarmos com intermediações de vendas de medicamentos, e principalmente, por fazer isso  acreditando no princípio do cuidado diferenciado para todos os nossos clientes como e ser útil em momentos necessários, nos interessamos pelo que estaria por trás dessa ideia de recuperação superior dos pequeninos. O que poderia ser levando em consideração se isso fosse mesmo verdade?

A verdade é que ao nosso ver, em teoria, pode ser mais simples do que parece. Vamos assumir que a visão de mundo das pessoas é mais determinante do que elas imaginam para cada coisa que acontece em suas vidas. E mais do que isso, vamos assumir que o nosso poder de escolha sobre a forma como interpretamos acontecimentos, ações e sentimentos é mais do que parte dos resultados que obtemos, é em grande nível, a razão de tudo.

Nesse sentido, fica bem mais fácil pensar que em um porquê de crianças terem talvez, maior chance de cura frente a doenças. Magia, imaginação e pureza são conceitos e características muito fortes na vida delas. Então, de fato, quando médicos, enfermeiros, pais ou responsáveis pedem aos pequenos para ingerir comprimidos ou xaropes, trocam um soro ou administram qualquer medicação e contam que ali nessas coisas há um pó mágico que vai ajudá-las a sarar mais rápido, elas acreditam nisso. E você, adulto? Acredita verdadeiramente em melhora e direciona seus pensamentos para o sucesso do seu tratamento quando consome medicação?

A proposta de hoje é: lembre sempre do que te faz querer continuar vivendo, e vivendo bem! Desperte sempre que possível e necessário a criança em você e acredite mais que na sua medicação tem um pouco de magia que vai ajudar você a melhorar. Você é o agente da sua própria vida e tem poder sobre seu corpo e a forma como ele responde às coisas que o afetam. Condicione sua cabeça para o positivo e faça-se pensar que ali, no seu comprimido, ou na sua quimioterapia, ou em qualquer outra medicação que você precisa, tem muito mais do que remédio. E mesmo que não possamos comprovar que pensar positivo tenha capacidade de otimizar o sucesso de qualquer tratamento, com certeza o processo que muitas vezes é diário e nem sempre agradável, pode se tornar um obstáculo cada vez mais simples de ultrapassar!

O jeito de ir a farmácia mudou
Colunista
Parceiro editorial do Blog Artrite Reumatoide, o Qual Farmácia é um App que foi criado para facilitar as suas compras na hora de ir às farmácias, porém, mais do que isso, nós nos preocupamos com a sua saúde e com o seu bem estar. Queremos te ajudar a levar uma vida com mais qualidade. Acreditamos que quando dividimos conhecimento e informações, multiplicamos a força, a vontade de vencer, e assim ser mais feliz.
×
O jeito de ir a farmácia mudou
Parceiro editorial do Blog Artrite Reumatoide, o Qual Farmácia é um App que foi criado para facilitar as suas compras na hora de ir às farmácias, porém, mais do que isso, nós nos preocupamos com a sua saúde e com o seu bem estar. Queremos te ajudar a levar uma vida com mais qualidade. Acreditamos que quando dividimos conhecimento e informações, multiplicamos a força, a vontade de vencer, e assim ser mais feliz.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!