Lúcia Helena conta como convive com Artrite Reumatoide e Doença de Chron

image

Olá, pessoal, tomei coragem de fazer um depoimento, apesar que algumas vezes já comentei alguma coisa sobre a AR…Tenho o diagnóstico de AR desde 2002, há 11 anos, e esse diagnóstico foi feito em 3 meses.

Comecei com muita dor no joelho direito e muito inchaço e procurei um ortopedista, felizmente ele era muito atencioso e logo percebeu que tinha algo errado e me pediu radiografias e exames de sangue, com isso foi confirmado a Artrite Reumatoide. Mas na época, eu só me tratava com homeopatia, sempre tive muita sensibilidade com medicamentos, e não aceitei o remédio. Demorei um ano para aceitar ir ao reumatologista e a tomar as medicações. Sofri muito com isso, fiquei sem andar, andava de bengala, e tinha muitas dores, porque elas foram se espalhando pelo corpo.

Entrei em depressão e quase não conseguia fazer as coisas do dia a dia, mas como vocês podem ver na minha foto, sou mãe de uma menina que tem a Síndrome de Down, e tive que seguir em frente, aos trancos e barrancos, e era ela que me dava força. Nesses 11 anos tomei todos os tipos de medicações, que todos já tomaram, sofri muito com o efeitos colaterais, quase não dei conta. E em 2008, depois de um problema emocional, fui internada e descobri que tinha a Doença de Chron, que é uma doença inflamatória do intestino (algumas pessoas que tem Artrite Reumatoide, também tem DChron). E isso foi mais um baque na minha vida, mais remédios, dieta restritiva, e internações constantes.

Mas, eu superei tudo isso, e depois que comecei com o medicamento biológico Adalimumabe (Humira), comecei a melhorar, tanto da Artrite Reumatoide, quanto da Doença de Chron, e a minha qualidade de vida melhorou muito, hoje eu me sinto bem, na medida do possível, tenho minhas limitações, mas faço de tudo (estou morando sozinha com minha filha, do lado da casa do meu ex-marido, assim se preciso de alguma coisa ele me ajuda, pois nos damos muito bem), e hoje tento esquecer que estou doente, que tomo Cortisona, imunossupressor, também tenho hipertireoidismo, então tomo remédio, a injeção do  Adalimumabe (Humira). Tento esquecer tudo, e as vezes até tenho conseguido!

Antes ficava pensando muito na doença, nos remédios, sei lá. Hoje estou muito mais tranquila, e quero viver o que eu puder viver, um dia de cada vez…Força para todos nós e muita paz!!

Um abraço. Lúcia Helena Figueiredo.

 

 

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

3 Comentários

Se você gostou dessa publicação, nos incentive a continuar, deixe seu comentário!