Lady Gaga revela que tem artrite reumatoide

Lady Gaga revelou em entrevista à revista americana “Arthritis” que sofre de artrite reumatoide. “A dor nos quadris não vai mais me parar”, declarou a cantora, que ficou um tempo afastada dos palcos para tratar uma lesão na região na região.

Depois de receber mensagens de apoio dos fãs e de pacientes com a doença, ela também resolveu compartilhar em sua página no Instagram um tratamento que a ajuda no alívio das dores: a sauna infravermelha.

De acordo com os especialistas ouvidos pelo UOL, de fato, esse tratamento pode provocar alívio da dor, no entanto, não deve ser feito de forma isolada.

“A sauna infravermelha não está nos guias de tratamento listados pelo próprio colégio americano de reumatologia, mas é uma medida que pode ajudar, pois ao aquecer a região afetada pela doença há uma sensação de alívio e a circulação melhora também”, explica George Basile Christopoulos, presidente da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR).

“Não podemos ver essa sauna como uma forma de tratamento, pois ela funciona da mesma forma que uma bolsa de água quente. O tratamento medicamentoso da doença é muito eficaz, pois bloqueia sua evolução. Claro que os tratamentos paliativos, como fisioterapia e terapia ocupacional também melhoram a qualidade de vida, mas sempre associados ao medicamentoso”, complementa Ari Halpern, reumatologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

Mas o que é a artrite reumatoide?

É uma doença crônica e inflamatória que não tem cura e se manifesta por dor e inchaço de várias articulações ao mesmo tempo e em qualquer idade. “Com o passar do tempo, novas articulações vão sendo acometidas”, explica Halpern. No entanto, ela também pode comprometer outros órgãos, além das juntas.

Os principais sintomas são dor, inchaço e rubor nos punhos e nas mãos, e também em outras juntas, como cotovelos, joelhos e tornozelos, além de rigidez matinal, dor e dificuldade para movimentar a região na parte da manhã.

Segundo Christopoulos, a artrite reumatoide também é considerada uma doença autoimune por ser uma condição em que o sistema imunológico, responsável por defender o corpo de vírus e bactérias, passa a atacar o próprio organismo.

E porque isso acontece?

Ainda não se sabe ao certo o que causa a artrite reumatoide e faz o próprio corpo passar a se atacar.  “No entanto, existem alguns fatores desencadeantes que podem precipitar a doença, como o estresse físico e emocional e até o consumo de alguns medicamentos. A pessoa pode estar predisposta a ter a artrite e um estresse forte pode desencadear a doença”, diz Christopoulos.

O fator genético não é predominante, mas se você tem parentes com a doença, a tendência de desenvolver a doença aumenta.

Deformidades irreversíveis por falta de tratamento

Halpern conta que a ausência de tratamento pode gerar deformidades importantes nos pacientes com a doença, principalmente nas mãos, pés e joelhos. “O paciente pode precisar de cirurgia para se reabilitar, mas isso só acontece se a pessoa não tomar a medicação, que, hoje, é muito eficiente no controle da doença”.

O presidente da SBR também explica que alguns pacientes chegam ao ponto das juntas ficarem destruídas e a cirurgia é recomendada para melhorar a função da mão. “Quando o paciente está assim, ele não consegue nem segurar uma colher. Com a operação, nós deixamos a mão em uma posição mais funcional, para melhorar a qualidade de vida. Se a destruição das articulações se dá nos membros inferiores, precisamos colocar próteses nas coxas e nos joelhos”, diz.

Automedicação atrapalha o diagnóstico

A automedicação é um dos motivos que adia a visita do paciente ao consultório do reumatologista. “A pessoa toma anti-inflamatório por conta própria e vai empurrando com a barriga. Quando chega ao consultório, já tem a doença há dois/três anos e aí perdemos a oportunidade de tratar logo no início, que a eficácia do tratamento é maior”, fala Halpern.

O diagnóstico é clínico, ou seja, o paciente precisa fazer uma série de exames para que o médico detecte a doença e afaste outras hipóteses. “Não basta só um exame laboratorial. É preciso exames de sangue e de imagem para detectar a doença. E o ideal é buscar um especialista”, complementa o reumatologista do Hospital Israelita Albert Einstein.

Artrite e lúpus ao mesmo tempo?

Em 2010, a atriz e cantora Lady Gaga revelou em uma entrevista ao jornalista Larry King que foi diagnosticada com lúpus. De acordo com os especialistas ouvidos pelo UOL, a combinação das duas doenças autoimunes é rara.

“A artrite reumatoide atinge 1% da população mundial, enquanto o lúpus atinge de 0,20 a 0,15%. É raro encontrar essas duas doenças juntas”, explica Christopoulos.

Segundo Halpern, elas podem até ser confundidas. “O lúpus também dá dor nas juntas, por isso, muitas vezes elas são confundidas, mas são tipos de dores diferentes”, fala.

Fonte: https://estilo.uol.com.br/vida-saudavel/noticias/redacao/2017/09/12/lady-gaga-revela-que-tem-artrite-reumatoide-e-faz-tratamento-curioso.htm

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!