Ipatinga terá uma semana especialmente dedicada a conscientização e orientação sobre os transtornos sofridos pelas Doenças Inflamatórias Intestinais (DII) no município

Por iniciativa do Vereador José Geraldo de Andrade, a proposta legislativa foi sancionada pelo Executivo, se tornou a Lei Municipal nº 3.751/17 e será incluída no Calendário Oficial de Eventos do Município.

Para a presidente da Associação do Leste Mineiro dos Portadores de Doenças Inflamatórias Intestinais (ALEMDII), Júlia Gonçalves Araújo de Assis, a instituição de uma semana específica é muito importante para o melhor esclarecimento sobre o tema. “É preciso divulgar e conscientizar as pessoas sobre os principais sintomas dessas doenças, para que possam procurar orientação e tratamento médico adequado, o que será realizado principalmente durante o período proposto pela Lei instituída”, esclareceu.

Andrade ressalta que tomou a iniciativa depois de participar de uma palestra sobre as doenças inflamatórias intestinais. “O objetivo é levar mais informação à população, pois a falta de conscientização pode resultar em demora no diagnóstico e o início do tratamento adequado, tendo por consequência a piora dos sintomas”, observou o vereador.

As doenças inflamatórias intestinais, a exemplo da doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa, são doenças autoimunes, o que significa que o sistema imunológico do organismo ataca o próprio intestino o qual deveria proteger. Em consequência, as pessoas acometidas por essas moléstias frequentemente sentem dores, perda de sangue, diarreia às vezes sem controle e perda súbita de peso, não sendo raros os casos em que pode haver o rompimento do intestino provocando manifestações fora do próprio corpo do paciente.

Dados do Ministério da Saúde informam que em outubro de 2015 existiam no Brasil 31.644 portadores da Doença de Crohn e 38.435 portadores de Retocolite Ulcerativa. Esses números mostram apenas os casos de portadores que recebem os respectivos medicamentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), não sendo computados os que recebem pelos planos de saúde, tampouco aqueles sem medicação ou ainda sem diagnóstico.
————————————————
Agradecimentos:

Em nome de todos os pacientes de Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa do Leste Mineiro, agradecemos a iniciativa do vereador Andrade por criar e apresentar o projeto, aos vereadores da Câmara Municipal de Ipatinga que aprovaram em unanimidade o projeto de Lei e ao prefeito de Ipatinga que sancionou a lei, por nos apoiarem na luta pela conscientização acerca das DIIs.

Agradecemos também à AbbVie por confiar e patrocinar nosso projeto “ALEMDII Itinerante” que possibilitou a realização da Tenda Conhecendo as DIIs e nossa reunião em Ipatinga, que despertou interesse do vereador Andrade pela nossa causa.

Gratidão a todos os envolvidos, aos pacientes principalmente à Flaviany Neves e ao nosso psicólogo Ridley Antonio de Vasconcelos que participou como palestrante na referida reunião.

Fonte: http://www.camaraipatinga.mg.gov.br/noticia.php?id=5790

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!