Internada para Pulsoterapia

Carinha de Primeiro dia de Pulsoterapia
Carinha de Primeiro dia de Pulsoterapia

Neurite ótica, um fantasma na minha vida!
Desde a última semana de Julho, venho observando uma alteração na minha visão, principalmente no olho esquerdo, a princípio pensei que meus óculos estavam vencidos, por isso no dia 31/07/2012 passei em consulta com oftalmologista, após todos os exames, foi constatado que o grau das lentes dos meus óculos permanece o mesmo, a oftalmologista alertou sobre uma alteração significativa e orientou que eu voltasse ao neurologista, enfim, em plena greve das universidades federais, não podia procurar o hospital universitário que fazia acompanhamento médico, pois encontraria grande dificuldade para realizar exames e avaliações, pois acreditem, os hospitais federais estão atendendo PS com muita triagem e os ambulatórios agendado consultas pra muito longe, e quem como eu, já teve Neurite Ótica com perda de visão periférica, não podia esperar, então, busquei auxílio em um Hospital Universitário Estadual, consegui atendimento para a última quarta-feira dia 15/08/2012, e para minha surpresa, a visão desfocada e um tanto dupla que estava acompanhada de discreta dor no olho esquerdo, configurava uma nova neurite ótica! Isso foi ver o meu maior fantasma chegando perto de mim e falando “eu voltei”, digo isso, porque na Artrite Reumatoide se perdermos articulação ganhamos próteses e na Neurite Ótica se perdemos fibras nervosas ocorre acometimento direto do nervo ótico, perdemos visão e após fechar campo visual nem sempre e possível reverter.
Sai do hospital com a carta de internação e vim para o Hospital do Servidor Público Estadual, que o plano de saúde do servidor público estadual, como toda porta de entrada e o Pronto Socorro, cheguei aqui quinta-feira dia 16/08/2012 as 07 e somente consegui subir para a enfermaria às 15hs, a residente que assumiu o caso aqui na enfermaria gente boa, mas demonstrou muitas dúvidas através de expressão facial, e isso me deixou angustiada, no final da tarde veio uma professora fez uma avaliação, conversou comigo e fiquei mais tranqüila.
Fiquei de quinta a sexta sendo avaliada, não seria “Pri” se não tivesse alguns agravantes, sendo elas;
– Hepatite Medicamentosa, onde as enzimas hepáticas ainda estão elevadas;
– PPD forte reagente (20) que seria uma alta contra-indicação para receber imunossupressores pelo risco de ativar TB.
Na madrugada de quinta para sexta fiz ressonância magnética de crânio e orbitas, mas ainda não sei o resultado.
Apos avaliações criteriosas, comecei a pulsoterapia ontem, as 11 hs e as 20 hs minha Glicemia Capilar (dextro) estava em 267 e de fato, a pulsoterapia traz como principal agravante a elevação da Glicemia, induzindo Diabetes, estou mantendo pressão normal.
Hoje pela manha minha Glicemia estava em 207 mg/dl e agora as 11 horas, foi ligada a pulsoterapia em bomba de Infusão, essa e a segunda dose, o medico que passa visita no fim de semana e plantonista falou pouco, fez exame físico, pouco comentou sobre a conduta a ser tomada, me prometeu um analgésico de verdade, mas, foi embora da enfermaria deixando prescrito “dipirona” que até compreendo, não ser fácil optar por um analgésico de verdade para nos artríticos em Hepatite medicamentosa, porém, o medico deixou prescrito um anticoagulante injetável (Clexane), como profilaxia para Trombose Venosa, protocolos do serviço.
No exame de fundo de olho, não mostra papiledema, porem, no olho esquerdo mostra palidez de papila, sinal de alteração de nervo ótico. Na terça-feira, devo passar em avaliação com a Neuro-Oftalmo acredito e espero ter alta até o próximo fim de semana.
Estou relativamente bem, tirando a dor no olho esquerdo com visão desfocada e a dor da Artrite Reumatoide que esta atormentando, noite passada reclamei de dor, o medico muito bonzinho, disse que poderia estar ansiosa, evidente estou mesmo muito preocupada, me prescreveu “clonazepan” porém clonazepan me deixou doidona, super brisada, com um sono doido, mas a dor da artrite foi superior ao efeito dominante do clonazepan, as 03 hs me deram uma dipironinha e por volta das 03:40 consegui dormir, as 07 o medico passou visita e aqui estou morrendo de sono tomando uma pulsinho!
O medico que assumiu meu caso me acompanhara no Ambulatório de Neurite Ótica, para investigação da causa, sabemos que e Neurite Ótica, mas não sabemos qual a causa, que podem ser muitas;
– Doença de Devic.
– Neurite Ótica auto- imune
– Neurite Ótica idiopática (sem causa definida).
– Neurite Ótica secundaria a doença reumática auto-imune, no caso secundária a AR, que e raro

20120819-165609.jpg
Patricia Gabriela, integrante do EncontrAR e funcionária do Hospital onde estou internada.Adorei sua visita!
Vote neste Blog para o Prêmio Top Blog 2012 é simples e rapidinho, é o maior incentivo cultural para os blogueiros brasileiros, contribua com seu voto.

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!