Infância perdida, minha vida se resumiu ao tratamento

Parte da minha infância e toda minha adolescência foi substituída pela AR. Não estudo, pois sempre que começo eu não chego até o fim. Existem pessoas preconceituosas, que te olham diferente dos outros, já me chamaram até de deficiente.

Minha vida e rotina se resumem em tratamento. Tomo vários tipos de medicamentos: naproxeno, metotrexato, leflunomida, ácido folico, calcio e tocilizumabe. Mas já tomei infliximabe, etanercepte, rituximabe e prednisona. Enfim, meus punhos já se desgastaram, esse ano já coloquei prótese nos 2 quadris, agora tenho que operar punhos e joelhos. Mas não estou aqui para desanima-los, ao contrário, estou aqui para dizer que, com ou sem AR eu serei feliz.

Gosto de estar com meus amigos. Não podemos deixar a AR vencer. Estou aqui para dizer que somos uteis sim, não somos diferentes de ninguém. Gosto de ajudar as pessoas, mesmo que seja com palavras. Vamos ser fortes, eu sei que não é fácil. Passo por procedimentos horríveis, e eles me admiram, falam que sou forte. Eu sou forte sim, para mostrar para AR que sou mais forte que ela. Aplicam injeções em minhas juntas, quero dizer à vocês que somos abençoados por Deus, pois ele tem visto nossas lutas. Quem quiser conversar, é só me adicionar.

Me chamo Beatriz Lopes, tenho 18 anos, convivo com a AIJ há 6 anos e 5 meses.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Comentários
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: