Incapacidade funcional na artrite reumatoide

Fatores psicossociais podem ser mais importantes do que as medidas clínicas tradicionais na previsão da incapacidade funcional no primeiro ano após o diagnóstico da artrite reumatoide (AR), de acordo com um estudo publicado na revista Arthritis & Rheumatology.

Pesquisadores suíços usaram dados de uma coorte prospectiva de 578 pacientes (64,5% do sexo feminino) com AR de inicio recente ou artrite indiferenciada para determinar os preditores basais de incapacidade em um ano.

Os investigadores descobriram que 36,7% dos pacientes relataram incapacidade funcional após um ano. Foram preditores de incapacidade funcional em um ano a incapacidade no momento basal, a depressão, a ansiedade, o absenteísmo no trabalho durante a última semana, não ter uma atividade assalariada, e o excesso de peso.

Portanto, os preditores de deficiência em um ano parecem ser dominados por fatores psicossociais.

Fonte: Arthritis & Rheumatology, Volume 68, Issue 7, pages 1596–1602, July 2016

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!