Hoje fui ao psiquiatra …

Só a minha mãe me faz ir em plena sexta-feira 07hs da manhã, cheia de rigidez, com dor até a alma, ao psiquiatra (que ela marcou no SUS). Chegando lá, fomos atendidas por uma médica muito simpática que perguntou ”porque eu procurei o psiquiatra”, eu olhei pra ela e respondi, porque o médico disse pra minha mãe que eu não tenho doença é tudo psicológico. Eu não sei se a consulta era pra mim ou para minha mãe, porque a minha mãe falou mais com a psiquiatrado que eu, pois segundo minha mãe pra ela isso é uma questão de honra, ela não aceita o que ouviu, é minha mãe que me acompanha em tudo, todas as consultas, exames, desde o começo da doença ela está sempre ao meu lado, e segundo minha mãe “se tudo for psicológico” eu serei a melhor atriz que ela conhece e depois de ter um parecer final da psiquiatria, ela mesmo irá levar para os médicos que disseram a ela que tudo era psicológico.

A consulta foi legal, conversamos bastante, mas faltava queixas de minha parte e ficou algo um pouco fora de sintonia, eu estava no consultório da psiquiatra, porém, não tinha nada que justificasse a minha presença ali, a não ser claro, a avaliação “verbal” de um médico que disse que tudo era psicológico.
A médica psiquiatra disse que não conseguiu encontrar nada sugestivo para um distúrbio psicótico, então praticamente deu alta e  encaminhou para a terapia. E lá vou eu, para o psicólogo.

Desculpem o palavrão + eu ri…. e vc vai rir tbe..
Contarei a resolução dessa minha psicose artritica……

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

3 Comentários

  1. OI PRI, AINDA BEM QUE RESOLVI TE VISITAR.
    TO MORRENDO DE DOR, SÓSINHA E COM VONTADE DE UM COLO DE MÃE ( A MINHA MAE MORA LONGE E MEU MARIDO TA IGUAL O CARA DA TIRINHA,KKK)
    MORRI DE RIR E ACHO QUE VOU PROCURAR UM PSIQUIATRA TAMBÉM.
    TO BRINCANDO PRA RELAXAR.
    ACHO QUE O MTX NÃO TA ADIANTANDO MUITO NÃO,ESTOU TOMANDO A TRÊS MESES ACHEI QUE ESTAVA MELHOR, MONTEI ATÉ PROCESSO PARA RETORNAR AO TRABALHO,MAS TO COM MUITA DORES A UMA SEMANA E VOLTEI A FICAR COM FEBRE DE NOVO, DESANIMEI.
    BUAAAA, QUERO MINHA MÃE.

  2. Oi, Margareth..

    Não fique assim, marido igual o cara da tirinha, eu li e li até entender, rsrs … vamos levar ele lá então.

    Olha o MTX foi maravilhoso em mim, fiquei 1 ano sem dor forte, só dorzinhas discretas, sinto saudade de quando eu e ele (MTX) combinamos, depois dele nenhum outro foi igual, agora vou começar biológico..

    Não se sinta só, você tem a mim e a todos os seguidores do blog, estamos juntos e todas nós.. sentimos essa sensação de medo e solidão quando estamos com dor eu fico com vontade de ligar pra minha mãe só pra dizer que estou com dor, ou pro meu namorado + eu tenho que ser forte rsrs … e venho aqui no blog e despejo minha alma..

    Força…. não deixe a peteca cair..

    Bjão..

  3. Olá!
    Conheçam e utilizem o conteúdo do portal de Saúde Medicando com artigos e reportagens produzidas por excelentes profissionais do setor. Vocês também podem se cadastrar e receber gratuitamente a revista digital Medicando. É rápido e simples! Acessem: http://www.medicando.com.br.
    Equipe Medicando

Olá, deixe um comentário!