Estoque da Farmácia de Alto Custo chega a 80% pela primeira vez em três anos

Pela primeira vez em três anos, o estoque da Farmácia de Demanda Especializada, conhecida popularmente como Farmácia de Alto Custo, chegou aos 80% neste mês de novembro. Ou seja, já são disponibilizados aos pacientes 188 medicamentos diferenciados, entre os de responsabilidade de aquisição estadual e os fornecidos pelo Ministério da Saúde. Entre os medicamentos disponíveis estão as insulinas glargina e ultrarrápida, e também o remédio calcitriol, utilizado por pacientes renais.
O secretário de Estado de Saúde, Eduardo Bermudez, explicou que para se chegar a este patamar foi realizada uma “força tarefa” no setor de Aquisições da pasta para a regularização dos pagamentos dos empenhos já realizados a fim de que os fornecedores pudessem realizar as entregas dos medicamentos, além de dar celeridade aos processos de aquisição de outros itens que compõem a Farmácia de Demanda Especializada.
“O cenário encontrado o início do ano, quando este governo assumiu a gestão, era de total desorganização e desabastecimento. Foi necessário que se realizasse um empenho muito grande de todos, tanto da Superintendência de Assistência Farmacêutica quanto da área de Aquisições, para que chegássemos a estes números e pudéssemos mantê-los”, ressaltou o gestor.
A Farmácia de Demanda Especializada é responsável pela disponibilização de um total de 234 itens aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 145 de responsabilidade de aquisição estadual e 89 que são disponibilizados pelo Ministério da Saúde.
Dos medicamentos de responsabilidade do Estado (145) estão em falta 43 itens, sendo que destes 14 já se encontram empenhados aguardando apenas a entrega pelos fornecedores, os quais a partir do recebimento do empenho têm 10 dias para realizar a entrega do medicamento junto à SAF (Superintendência de Assistência Farmacêutica). Já dos medicamentos de responsabilidade do Ministério da Saúde, 89 no total, estão em falta apenas 03 itens.
A superintendente de Assistência Farmacêutica, Juliana Almeida Silva Fernandes, explicou que há praticamente três anos o componente especializado da Assistência Farmacêutica em Mato Grosso não atingia este nível de cobertura. “Em janeiro de 2015 nosso abastecimento estava em 40%. Só foi possível alcançar esta meta graças aos esforços mútuos entre as equipes da Superintendência de Assistência Farmacêutica e da Superintendência Administrativa, apoiados pela gestão não só da SES, mas de todo o Governo do Estado de Mato Grosso”.
Apesar de medicamentos como formoterol e budesonida, somatropina e ziprazidona ainda estarem em falta, Juliana afirmou que o trabalho intenso continua para fechar o ano de 2015 com o estoque regular. “E o mais importante, com registros de preço de todo o elenco em andamento para garantir a continuidade do abastecimento para o ano de 2016″, ressaltou.
Para o presidente da Associação dos Pacientes Renais e Transplantados de Mato Grosso, Carlos Antônio Pereira, foi visível a evolução ocorrida no último mês em relação aos medicamentos fornecidos pela Farmácia de Demanda Especializada. “Os resultados começaram a aparecer. O secretário tem feito esforço para poder solucionar essa questão, juntamente com o Ministério Público Estadual. Sabemos que ainda não está 100%, que ainda faltam alguns medicamentos, mas vemos que o Estado está buscando solucionar este problema. Queremos acreditar que a partir de agora teremos tranquilidade para conseguirmos nossos medicamentos”.
A Farmácia de Demanda Especializada está localizada no mesmo complexo de Saúde do qual faz parte o Centro Estadual de Referência de Média e Alta Complexidade (CERMAC), na Rua Thogo da Silva Pereira, nº 63, região central de Cuiabá.
Fonte: Expresso MT

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!