Essa doença rouba nossas vidas em silêncio

Tinha uma vida ativa, trabalhava até 13 horas por dia, era uma mãe brincalhona, tudo era motivo de festa, mas veio o que eu nunca imaginava, dores e mais dores, cheguei ao ponto de ficar no pronto socorro praticamente todos os dias, ninguém entendia nada, muito menos eu, de tanto ir no pronto Socorro, praticamente uma semana seguida, Deus  me abençoou com um anjo que me deu uma guia para o ortopedista.

Foi a partir daí que começou meu pior pesadelo, exames e mais exames, até que um dia, o ortopedista sem resultados resolveu me passar todos os exames possíveis para ver se eu tinha alguma doença reumática, não deu outra, artrite reumatoide positiva.  Comecei minha luta desde então,  hoje vivo cansada, sem trabalhar, tive que abandonar tudo, não consigo abrir nem um refrigerante simples, segurar roupas em cabides, não consigo mais brincar com meus filhos, não gosto de sair de casa, tudo se torna muito difícil, hoje estou tomando medicação, mas não estou bem ainda, sinto muitas dores, para mim cada dia é uma Vitória, pois meus dias ficaram longos e sem graça.

Além disso tudo não encontro apoio familiar, a impressão que tenho é que eles não acreditam em nada do que eu falo, gostaria muito de descobrir uma cura para essa dor crônica, porque sentir ela é como se Deus apontasse o dedo e falasse,  “você vai ficar aí na terra e sentir dor todos os dias, porque merece viver assim”. Não quero perder a vontade de viver mas a artrite esta conseguindo me vencer, me sinto sem forças, rezem por mim e para todas as pessoas que estejam com essa doença que rouba nossas vidas em silêncio.

Me chamo Eliane Rodrigues, tenho 38 anos, sou cabeleireira,  convivo com a artrite reumatoide há 4 anos, moro em Belo Horizonte – MG.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua históriae entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

3 Comentários

  1. Eliane Rodrigues, saiba que vc não está sozinha. Tenho lido muitos depoimentos de pessoas portadoras de artrite reumatoide, porque eu tb passo pelo mesmo problema. ARmiga, o que sinto é que não podemos desanimar. Deus não castiga ninguém. Nem eu nem vc nem ninguém que têm essa doença devemos nos sentir culpados. Pelo contrário, devemos empinar a cabeça (eu sei que não é fácil) e caminhar confiantes, pois “Deus não coloca fardos pesados em ombros fracos”. Nós, os portadores de AR, somos pessoas muito ativas, dinâmicas, cheias de vida… Nós nos preocupamos demais em auxiliar, em servir, mas, muitas vezes, esquecemos de nós. A artrite é uma forma de nos fazer parar um pouquinho e pensar um pouco em nós. Ela nos mostra a nossa “incompetência” para lidar com muitas coisas, mas tb revela a nossa possibilidade de mudança e a nossa força interior. Somos poderosas! Somos filhas de Deus, ou seja, nenhum Pai abandona seus filhos… Ainda mais quando esses filhos estão passando alguma dificuldade. Pensemos a esse respeito. Existem vários tratamentos para a artrite… Chegará o momento em que vc encontrará aquele que melhor se adapta ao seu caso. Quanto ao “descaso da família”, sem querer parecer piegas, “perdoa, eles não sabem o que fazem”. Tente falar de sua dor para quem a entende… Para os outros, silêncio! Bjs no seu coração e o desejo de que vc logo encontre uma solução para sua dor!

Olá, deixe um comentário!