Emoções negativas e artrite reumatoide: qual é a relação?

A importância da psicologia no decorrer dessa doença começou a ser considerada no início do século XX. No entanto, essa relação só foi estudada seriamente a partir de 1950.

A artrite reumatoide é uma doença que afeta todas as articulações do corpo. Quando ocorre, costuma causar alguns sintomas muito incômodos, como dor persistente, inflamação, perda de mobilidade e rigidez nas partes afetadas. Suas causas são desconhecidas até o momento, mas algumas pesquisas encontraram uma relação entre emoções negativas e artrite reumatoide.

A importância da psicologia no decorrer dessa doença começou a ser considerada no início do século XX. No entanto, essa relação só foi estudada seriamente a partir de 1950. Neste ano, a artrite reumatoide começou a ser classificada como um dos transtornos psicossomáticos mais importantes. A partir desse momento, surgiram cada vez mais pesquisas sobre o tema.

Qual é a relação entre emoções negativas e artrite reumatoide?

As últimas pesquisas mostraram que alguns estados emocionais podem provocar um aumento dos sintomas mais problemáticos. Além disso, também aumentam diretamente as chances de desenvolver esse problema.

De todas as emoções que podemos sentir, as que têm maior relação com esse problema são a depressão, a ansiedade e a raiva. Na contramão, características como a eficácia ou a personalidade resistente estão frequentemente correlacionadas com sintomas menos acentuados quando essa doença já está presente.

A verdade é que não existe uma causa única conhecida para essa doença. No entanto, a relação entre emoções negativas e artrite reumatoide é especialmente bem documentada. Por isso, muitos médicos consideram que o um dos tratamentos para enfrentar esse problema inclui trabalhar o aspecto sentimental dos pacientes.

Assim, melhorar a compreensão e a expressão emocional pode ser muito eficaz para reduzir, entre outras coisas, a dor. Apesar de os sintomas não desaparecerem completamente na maioria dos casos, muitos pacientes conseguem melhorar consideravelmente sua qualidade de vida ao trabalhar suas emoções.

Devido a isso, o correto enfrentamento dessa doença é essencial para superá-la. Dessa forma, se você sente algum dos sintomas ou conhece alguém que está passando por isso, não hesite em procurar ou recomendar um profissional de saúde mental. Ele poderá ajudar a combater os sintomas mais agudos do problema.

Fonte: A Mente é Maravilhosa

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));