Dores que andam pelo meu corpo

Tive muitos problemas alérgicos e gripes constantes desde que eu era criança, quando entrei na fase adulta fui a um alergista na Av. Angelica, ficava muito preocupada com as gripes constantes que eu tinha todo mês e ficava um dia de cama. Antes eu tivesse com as gripes até hoje, esse alergista me ofereceu uma injeção que eu tomava em pequenas quantidades mas toda semana eu estava de mudança para outro país e tinha acabado de me casar, comecei a perceber estralos no meu joelho quando mudei do Brasil para o Canada, meus pés ficaram inchados que nem o de um elefante. Sempre fui ativa, fazia dança de salão e frequentava academia, quando me vi em uma cama retornei ao Brasil e fui a um ortopedista. Os meus joelhos estavam inchados, o ortopedista retirou  líquido mas não fez exame nenhum com o líquido, pensei que estava curada, ele me receitou anti-inflamatórios e beleza, fiquei melhor e quando retornei a Toronto as dores voltaram e andavam pelo corpo todo, a minha família não me compreende e falaram que é coisa da minha cabeça, até a minha mãe me chama de manca, se eu não desabafar com a minha própria mãe com quem eu vou falar? Retornei novamente ao Brasil e uma amiga me recomendou um Reumatologista em São Paulo, Dr Jonas no bom retiro ele me receitou uma medicação antiga que acaba com as juntas mas só diminuiu o tamanho do menisco paralelamente eu estava vendo um Reumatologista em Toronto mas não quis aceitar o diagnóstico, fui ao Brasil diversas vezes e não tive um diagnóstico claro de nenhum médico Brasileiro. Hoje eu estou com um médico canadense tenho altos e baixo da doença, tive dois filhos, no primeiro a doença atacou meus pulsos e pés e na segunda gravidez depois que a criança nasceu as dores aumentaram nos pulsos, o esquerdo não tem muito movimento e o meu pé direito entortou um pouco e é inchado, eu me sinto triste por não fazer algumas atividades que gosto.

Me chamo Adriana, tenho 38 anos, convivo com a artrite reumatoide há 9 anos, sou cabeleireira, moro em São Paulo – SP.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

2 Comentários

  1. Há dois meses tive um inchaço nos dois joelhos que apresentaram derrame nas articulações, fiquei internado procurei um Reumato e meucdiagnostico foi espondilite anquilosante. Estou triste muito deprimido, meus joelhos brincam comigo, dói um depois o outro, depois os dois juntos. Medicação não vale nada, estou desanimado, tinha tantos planos para 2917. A médica passou um remédio que se chama metotrexato, dizem que faz vomitar, cair os cabelos. Eu tenho 44 anos, estava voltando a fazer exercícios físicos. Meu Deus minha vida virou de cabeça pra baixo em menos de dois meses.

    • O remédio não faz vomitar ou cair os cabelos, ele tras qualidade de vida, possui sim alguns efeitos colaterais, mas nem todos os tem e muitos dos efeitos são bem toleráveis se você pensar que em troca de 3 meses de queda de cabelo você terá sua vida de volta. Converse com seu médico e faça o tratamento à risca que você vai poder e deve sim fazer exercicios fisicos, pois fortalecer a musculatura protege as articulações de danos.

Olá, deixe um comentário!