Dor de barriga pode indicar um problema mais sério

Mais de 25 milhões de brasileiros sofrem com dor de barriga, mas, às vezes, essa dor pode ser o sintoma de algum problema mais sério. O Bem Estar convidou para o programa desta terça-feira (4) o gastroenterologista Flavio Quilici para explicar quando pode ser Doença de Crohn – um tipo de inflamação na parede do intestino. Já o nutricionista Murilo Pereira deu dicas do que comer para ter uma vida sem prisão de ventre.

As principais causas de prisão de ventre são a falta de água, o baixo consumo de fibras, uma dieta rica em proteínas, o uso crônico de diuréticos, a falta de magnésio e o abuso de analgésicos. A prisão de ventre também tem fator emocional. Muita gente tem vergonha de fazer coco fora de casa, por exemplo.

Entre as dicas dos especialistas estão: aumentar a ingestão de fibras, tomar água, comer ameixa seca e abacate. E nada de vetar a maçã. Ela não prende o intestino. A fruta é uma fibra rica em água e faz muito bem para o trânsito intestinal. Um alimento considerado constipador é o queijo, porque tem muita caseína e essa substância é altamente fermentativa.

Doença de Crohn
A Doença de Crohn é muito difícil de diagnosticar, pois acaba sendo confundida com retocolite ulcerativa. O lugar mais comum onde a doença se manifesta é no intestino delgado, mas pode acometer da boca até o ânus.

Homens e mulheres podem ter a doença. Ela é mais comum entre pessoas que têm entre 15 e 35 anos e tem vários graus: leve, moderada e grave. A Doença de Crohn não é considerada hereditária, mas existe uma predisposição em pessoas que têm várias coincidências genéticas.

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!