Dor crônica após intervenção cirúrgica afeta 30% dos pacientes

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor (APED), capítulo português da International Association for the Study of Pain (IASP), indica em comunicado que no próximo dia 12 de janeiro, pelas 9 horas, no Auditório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (HFF), na Amadora, vai comemorar o início do Ano Global Contra a Dor Pós-Cirúrgica 2017.

O tema definido pela IASP com a European Pain Federation (EFIC), no âmbito do Ano Global contra a Dor 2017, é a ‘Dor Pós-Cirúrgica’.

A APED indica que de acordo com a “IASP, mais de 80% dos pacientes submetidos a cirurgia relatam dor no pós-operatório, manifestada como um conjunto de experiências sensoriais, emocionais e mentais desagradáveis que desencadeiam diferentes respostas físicas e comportamentais no ser humano”.

“O tratamento da dor aguda de pós-operatório facilita o processo de recuperação, minimiza o sofrimento do doente e evita a cronificação da dor. Estima-se que cerca de 30% dos doentes submetidos a cirurgia apresentem dor crónica desta origem”, esclarece o comunicado.

De acordo com a presidente da APED, Ana Pedro, citada em comunicado, “pretende-se com esta iniciativa chamar a atenção para o impacto da dor no indivíduo e na sociedade, particularmente no que diz respeito à dor pós-cirúrgica, desmistificando caminhos e mostrando alternativas e soluções para o seu tratamento”.

A APED esclarece que na cerimónia de comemoração do Ano Global Contra a Dor Pós Cirúrgica irá ser apresentado o plano de iniciativas e de atividades a desenvolver em 2017 em torno deste tema. A APED dará também a conhecer a 2ª edição do Prémio de Fotografia intitulado ‘Viver sem dor’, assim como tornar público os vencedores das bolsas de apoio à formação e investigação na área da dor.

A Associação Portuguesa para o Estudo da Dor é membro da IASP e tem por objetivos promover o estudo, o ensino, a investigação e divulgação dos mecanismos fisiopatológicos, meios de prevenção, diagnóstico e terapêutica da dor.

Fonte: TV Europa

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!