O meu diagnóstico diferencial da Artrite Reumatoide soronegativa

Estudos comprovam que as lesões da artrite reumatoide são evidenciadas precocemente através de ressonância magnética, antes mesmo de serem evidenciadas através de radiografias convencionais.
A Artrite Reumatoide, que pode ser soropositiva e soronegativa. Eu tenho a forma soronegativa, ou seja com Fator Reumatoide e Anti-CCP sempre negativos, em 2010, enquanto investigava a causa da neurite ótica que tive, estavam investigando outras doenças e na busca pelo diagnóstico de exclusão, o diagnóstico de AR foi questionado, por ser uma AR soronegativa, realizei então uma Ressonância Magnética de Mãos e Punhos, para confirmar ou excluir o meu diagnóstico.
O resultado desta ressonância foi para mim, no mínimo inesperado, pois nas radiografias de mãos e punhos não existia a evidência de sinais de erosões ósseas, nem de perda articular, nadinha.. meus RX de mãos e punhos eram normais.. Realizei as RNM de mãos e punhos em um laboratório da rede particular, o resultado da foi: Erosões marginais/cisto em piramidal à esquerda.
Espessamento e realce sinovial pancompartimental dos punhos, metacarpofalângicas e interfalângicas proximais bilaterais, caracterizando sinovite
Conclusão: Artropatia inflamatória em Atividade (artrite reumatoide?, correlacionar com dados clínicos e laboratoriais para melhor caracterização).
Dados Clínicos: rigidez matinal de aproximadamente 2 horas, poliartralgia, edema e calor nas articulações sendo bilateral de acometimento simétrico.
Dados Laboratoriais: PCR e VHS nesses 4 anos mantendo padrões elevados, FAN reagente (padrão pontilhado fino padrão nuclear 1/120 fita não corada), Fator Reumatoide Negativo (valor máximo16 mg/dl), demais provas reumatológicas negativas.
Enfim.. o que mudou?
Na ocasião em 2010, 4 anos após receber o diagnóstico clínico, recebi o primeiro exame comprovatório de Artrite Reumatoide soronegativa.
Apesar das radiografias de mãos e punhos normais, tenho uma artrite silenciosa que esta levando aos poucos minhas articulações embora, causando erosões e desvio dos dedos das mãos, o mesmo acontece em ombros, quadril, joelhos e tornozelos que são os lugares que tenho dor diária e constante.
Isso me traz apenas alívio, certamente vai diminuir o número de olhares com cara de desenho duvidando que tenho a artrite reumatoide, porque pasmem… infelizmente ainda nos dias atuais, existe muitos pré-conceitos sobre a doença soronegativa, o paciente sofre, por falta de informação e experiência do profissional.
A conduta médica deve ser discutida abertamente com o paciente que deve conhecer as opções de diagnóstico disponíveis, a ressonância não é usada com a mesma freqüência que as radiografias para diagnóstico e evolução da doença reumatoide, devido aos altos custos e por não fazer parte de critérios diagnósticos primários, porém pode fazer parte do acompanhamento da evolução da artrite reumatoide. Converse sempre com seu médico, ele é seu companheiro na luta contra a AR e saberá te indicar o melhor momento para fazer cada exame. Apenas compartilho com vocês, a minha jornada com a AR.
Comentários
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: