Diabetes mal controlado pode afetar as articulações

A maioria das pessoas que recebem o diagnóstico de diabetes, seja do tipo 1 ou do tipo 2, ficam apreensivas com as mudanças que terão que enfrentar pelo resto da vida. Afinal, a doença é crônica e a necessidade de romper com os antigos hábitos pode ser difícil para alguns pacientes.

Porém, quando não há empenho para que essas transformações aconteçam a longo prazo, os reflexos podem ser sentidos no corpo, como: hipoglicemia constante (quando os níveis de açúcar diminuem no sangue), o surgimento de doenças renais, problemas nos olhos e cardiovasculares e ganho de peso, o que acaba resultando em problemas nas articulações.

Evidências científicas

De acordo com especialistas do Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas de São Paulo, os pacientes diabéticos têm o dobro de chance de desenvolver artrite reumatoide devido à obesidade. No entanto, quando se fala neste assunto não se refere apenas ao acúmulo de peso, mas também do aumento da gordura abdominal.

Muitas vezes, esta gordura abdominal se transforma em uma glândula que produz adipocinas (proteínas que quando liberadas em excesso nas vias metabólicas causam inflamações no sangue), que por sua vez provocam o processo inflamatório das cartilagens (um tecido que reveste os ossos), gerando assim a artrite reumatoide.

Doenças associadas

Outra explicação que se dá para que as duas doenças estejam correlacionadas, é porque ambas são caracterizadas como doenças autoimunes, onde o sistema imunológico ataca a si mesmo. No diabetes do tipo 1, o organismo ataca as células pancreáticas que produzem a insulina (um hormônio liberado por este órgão e tem papel fundamental no controle do açúcar no sangue).

Já a artrite reumatoide é uma doença sistêmica inflamatória, onde os anticorpos atacam a membrana sinovial (um tecido que preenche os espaços intra-articulares e promove a lubrificação para o bom funcionamento das juntas). E quando o tecido está lesado, ocorre a inflamação.

Da perspectiva médica, os pacientes com predisposição genética para uma dessas condições têm grande probabilidade de manifestar a outra. Nesse sentido, o tipo 1 pode ser considerado um fator de risco para desenvolver a AR.

Por outro lado, os pacientes portadores do tipo 2 com mais de 55 anos de idade também podem estar sujeitos a artrose nos joelhos. Levando os pacientes a se queixarem de dor, falta de firmeza, estalos no joelho e limitação dos movimentos.  Acometido do mesmo modo pelo excesso de peso.

Escolhas saudáveis e diabetes controlado

Absolutamente, a melhor solução para conviver bem com a diabetes é a aquisição de hábitos saudáveis. Se não foi possível evitar a condição, faça as pazes com a sua saúde e cuide-se! Monitore adequadamente a glicemia, alimente-se de três em três horas evitando açúcares e adote uma rotina de atividades físicas. Como dito anteriormente, o ganho de peso pode se tornar um vilão.

Mas para que essas mudanças se integrem de fato no seu dia a dia, convoque a família e os amigos para que todos participem dessas práticas. Você nunca está sozinho nessa luta! E não se esqueça de visitar periodicamente o seu médico. Somente um profissional especializado pode orientá-lo da forma correta sobre o uso de medicamentos para manter o diabetes controlado.

O jeito de ir a farmácia mudou
Qual Farmácia

Parceiro editorial do Blog Artrite Reumatoide, o Qual Farmácia é um App que foi criado para facilitar as suas compras na hora de ir às farmácias, porém, mais do que isso, nós nos preocupamos com a sua saúde e com o seu bem estar. Queremos te ajudar a levar uma vida com mais qualidade. Acreditamos que quando dividimos conhecimento e informações, multiplicamos a força, a vontade de vencer, e assim ser mais feliz.

×
O jeito de ir a farmácia mudou

Parceiro editorial do Blog Artrite Reumatoide, o Qual Farmácia é um App que foi criado para facilitar as suas compras na hora de ir às farmácias, porém, mais do que isso, nós nos preocupamos com a sua saúde e com o seu bem estar. Queremos te ajudar a levar uma vida com mais qualidade. Acreditamos que quando dividimos conhecimento e informações, multiplicamos a força, a vontade de vencer, e assim ser mais feliz.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!