Diabetes é mais frequente em crianças com doença reumática crônica

Os resultados de um estudo envolvendo mais de 9.000 pacientes, apresentado no EULAR 2016, mostraram que o diabetes tipo 1 ocorre numa frequência significativamente maior em pacientes com artrite inflamatória juvenil (AIJ) do que na população em geral. Uma melhor compreensão desta ligação entre diabetes e AIJ pode levar a novas intervenções preventivas e terapêuticas em ambas as doenças. “A AIJ é a doença reumática crônica mais comum da infância, afetando cerca de 20-150 crianças em cada 100.000 mil. 

Ela é definida como uma inflamação crônica das articulações sinoviais, com causa desconhecida, que pode começar em crianças, mesmo bem novinhas, com um ano de idade, e que persiste por pelo menos seis semanas. A AIJ provoca dor, inchaço e rigidez das articulações, e, por vezes, exantema e febre. Apesar dos avanços no tratamento, a AIJ pode fazer com que muitas crianças fiquem foram da escola e não participem das atividades físicas”, afirma o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, diretor do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo), que esteve presente ao evento, que aconteceu em Londres, entre 08 e 11 de junho.

Fonte: Dr. Sergio Lanzotti

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!