Desejo muito equilíbrio e paciência para aprendermos a lidar com os desafios de nossas vidas

Recebi o diagnóstico de artrite reumatoide após uma crise muito forte há 2 anos atrás, na ocasião eu tinha 31 anos. Atualmente passei a seguir dieta vegana, pois há estudos que indicam que há pacientes tendo bons resultados na remissão da doença, quando combinaram os medicamentos tradicionais com dieta vegana.

Fiz exames para testar alergia a 200 alimentos, dentre trigo, ovos, leite, etc. Para minha surpresa, descobri alergia a milho (vocês não imaginam a quantidade de alimentos que possuem amido de milho, desde cominho até mingau), trigo, cevada, cola (da Coca-Cola), gelatina, etc.

Cortei absolutamente todos os ingredientes alergênicos além dos de origem animal ( leite e derivados, ovo, whey, peixe, frango, carne, etc). Há um exame de sangue (indicam) que detecta se você possui inflamação no intestino, o que poderia estar agravando os sintomas da artrite, e ao realizar a dieta, você desinflama o intestino, melhora a permeabilidade e ameniza os sintomas da artrite.

Pasmem, mas comigo tem dado certo, e a dieta auxiliada por exercícios (leves, às vezes faço aula de yoga com o vídeo “yoga para iniciantes” no YouTube) e tenho evoluído para melhor.

Não nego que no início parece meio radical, principalmente para quem está acostumada a comer peixe, feijoada com carne, e já com limitações de consumo decorrente das alergias.

Mas com o tempo fui me acostumando a tomar vitamina de abacate com whey vegano, almoçar bife de soja com macarronada ao molho de tomate com manjericão e vegetais salteados no azeite, lanchar açaí com paçoca, abrir o café da manhã com banana e pasta de amendoim ou avelã, fazer em casa almôndegas de grão de bico ou de palmito, e etc.

E aos poucos vamos descobrindo novos sabores sem derivados animais e o mais estimulante é você ver a redução do índice de gordura do corpo e perceber que consegue ficar mais flexível a cada dia que passa.

Consegue abrir mais as mãos, caminhar sem dores nos joelhos, destrancar a porta de casa com a chave sem que os dedos venham a doer, levantar da cama sozinha, prender o cabelo com xuxinha sem precisar da ajuda de ninguém!

Não se limitem aos tratamentos tradicionais, tentem incorporar na alimentação produtos anti-inflamatórios como açafrão, tomem em jejum suco de Aloe Vera ou limão em água morna (consulte o seu médico e verifique se há restrições ao seu caso), futuquem, pesquisem, não esperem do tratamento tradicional a solução par tudo.

Eu bem sei como é chato trocar o café com leite e o pão com queijo, por inhame, banana, água de côco, abacate, etc. Mas experimente e sinta na pele se o esforço de fugir do óbvio, do que estamos acostumados a comer, não valerá a pena quando você sentir mais vigor ao acordar, poder ter mais flexibilidade e menos dores, e de quebra conseguir usar aquele vestidinho guardado que há tempos não cabia mais em você, ou se olhar no espelho do banheiro pela manhã e ver sua barriga mais sequinha que na semana passada.

Eu sei da vontade de desistir, e vi o quanto é difícil passar pela barreira do primeiro passo. Quase chorei quando soube que deveria ter ainda mais restrições após tantas que estava sofrendo (e é incrível como os parentes e amigos têm solução para tudo, coloque água quente, tome isso, meu irmão fez aquilo, arg!!

Sem entender tudo pelo qual você já vem passando e experimentando). Dar o primeiro passo é difícil! Mas no meu caso, não me arrependo, estou no caminho de uma vida melhor, e vendo evoluir a cada dia que passa. A cada semana a dor é menor, a flexibilidade é maior, a auto estima melhora, e a sensação de bem estar vem crescendo.
Um beijo a todas e desejo muito equilíbrio e paciência para aprendermos a lidar com os desafios de nossas vidas.

Me chamo Carla, tenho 33 anos e há 2 convivo com artrite reumatoide, moro na Bahia.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença! É super simples, basta preencher o formulário no link:https://goo.gl/UwaJQ4
Doe a sua história!

#contesuahistoria #depoimento #artritereumatoide #artrite #artritis #arthritis #BlogArtriteReumatoide #blogAR

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));