Depois das dores um diagnóstico: Artrite e Fibromialgia

Sentia dores fortes por todo corpo, cheguei a procurar um médico ortopedista, mas ele não entendia o porque de certos pontos doer e outros não. Um dia fui parar em um posto de saúde para tomar tramal nas veia, então encontrei uma enfermeira que me disse para procurar um reumatologista, até então nunca tinha ouvido falar nesse médico.Encontrei o tal medico ele fez alguns exames físicos, e pediu exames de sangue, inclusive um dos exames foi para ver o fator reumatoide, e o meu deu muito alto.

Já fiz uso de vários remédios, hidroxicloroquina,metotrexato,leflunomida, quase morri por causa desse medicamento, fiquei 12 dias com as plaquetas à 1000.  Tomo para aliviar as dores o famoso corticoide, por que até hoje não encontrei nenhum remédio que alivie a dor da artrite, nem da fibromialgia, sem ser o corticoide.

Me chamo Maguida Maria Ferreira, tenho 36 anos, trabalho como caixa, convivo com a artrite reumatoide e a fibromialgia há 3 anos, moro em Uberaba – MG.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

 

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!