Conheça mais sobre Degeneração Macular Relacionada à Idade

Doença é uma das principais causas de perda visual a partir dos 50 anos.

Mais de três milhões de brasileiros são afetados com a Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI) doença que atinge a retina, segundo a Associação Retina Brasil – formada por pacientes de doenças ligadas à retina – a mácula é que permite a leitura, a identificação de detalhes e cores e a doença faz ela sofrer uma degeneração. Essas alterações podem, gradualmente, comprometer toda a visão central.

Existem dois tipos de DMRI a seca e a úmida (ou exsudativa). A primeira é a mais comum, e causa vários graus de perda visual e os sintomas podem incluir distorção de imagens e dificuldade de leitura.Já a segunda forma de DMRI, a úmida, aparece em 10 a 15% dos casos, e é a principal responsável por perdas visuais mais graves. Em casos avançados, manchas irreversíveis podem ser causadas por conta dos tecidos cicatriciais, que podem causar cegueira legal.

Diagnóstico precoce

É essencial que, após os 50 anos, as consultas ao oftalmologista com especialidade em retina aconteçam anualmente. Se diagnosticada precocemente pelo oftalmologista, a DMRI úmida (ou exsudativa) possui tratamento que pode evitar a perda visual. O tratamento consisteno uso de injeções intraoculares que bloqueiam a molécula responsável pelo crescimento de vasos sanguíneos anormais.

Como prevenir

Algumas medidas são importantes para prevenir a DMRI. Entre elas, não fumar, adotar uma dieta com alimentos pouco gordurosos e rica em verduras, controlar o peso, a pressão arterial e os níveis de colesterol, usar óculos escuros para proteger os olhos da radiação solar e observar antecedentes de casos da doença na família.

#DiaDaRetina, #ExamePreventivo

Máindi – Engajamento e Performance

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));