Como a gratidão pode controlar a ansiedade

Uma pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgada em fevereiro mostrou que o Brasil é campeão mundial no índice de ansiedade, com 9,3% da população atingida. Essa disfunção engloba várias outras, como ataques de pânico, transtorno obsessivo-compulsivo, fobias e estresse pós-traumático. As mulheres são as que mais sentem as consequências: 7,7% delas são ansiosas, contra 3,6% dos homens.

Poucos sabem, mas a ansiedade pode ser atenuada com uma prática simples: a gratidão. O ato de agradecer leva a mente da pessoa ao momento presente e evita que ela sofra por decisões passadas ou incertezas futuras. A gratidão nos faz viver o agora, seja agradecendo pelo café da manhã, por um bom dia que recebemos ou por um sorriso. Agradecemos pelo que mais de maravilhoso ocorreu no nosso dia e, seguindo essa linha positiva, ficamos esperando por mais coisas boas.

A ansiedade é justamente o oposto disso. Ela nos faz sofrer por coisas que estão lá na frente, que podem ou não acontecer e que te fazem ter medo do que ninguém sabe. É um vírus que entra pelo corpo e, sem o devido cuidado, estabelece raízes cada vez mais profundas, um constante ciclo de sofrimento que ninguém controla. É hora de refletir se sentir-se dessa forma vale a pena. Afinal, por que sofrer pelo que não se sabe? Isso é injusto com nós mesmos.

Coloque seus pensamentos no presente, no aqui, no agora. Pergunte-se: eu mereço sofrer dessa forma por algo que eu nem sei qual será o resultado? Mereço me sentir angustiado assim? Agradeça por ter a oportunidade de fazer algo que tanto queria em vez de se esconder debaixo das cobertas. A ansiedade deve nos dar aquele prazer em passar pelas situações por simplesmente estar ali, tentando com todas as nossas forças, e não nos afetar de tal maneira que nos condene a evitar situações mais difíceis. Afinal, momentos que exigem mais de nós sempre existirão.

Toda mudança precisa de um começo e tudo pode mudar se nós quisermos, basta começar agora. Confira algumas dicas para controlar a ansiedade:

  • Saia da zona de conforto: vá àquela feirinha de domingo. Passeie. Vá ao parque. Comece um livro. Não precisa ser nada luxuoso, apenas faça algo que te tire da rotina e te faça expandir os horizontes;
  • Organize-se: a ansiedade muitas vezes surge por termos uma grande quantidade de atividades para fazer. Então, evite transtornos, pare de procrastinar e coloque na agenda as tarefas mais importantes e que precisam da sua atenção com urgências;
  • Foque no presente: isso é um exercício diário. Planejar é, sim, muito importante, mas comece a pensar no dia de hoje, faça com qualidade e deixe pra se preocupar com o amanhã quando ele chegar;
  • Agradeça: seja grato por hoje e por ter a chance de poder se testar e fazer coisas novas;
  • Mude de atitude: trabalhe sua autoestima e pense positivo. Quanto mais energia boa você atrair, mais confiante se sentirá.

* Márcia Luz é psicóloga, professora, coach, autora do livro “A gratidão transforma” e realizadora do 1º Congresso Mundial da Gratidão (Comgratidão), que reuniu 40 mil participantes em 2016. Mais informações em www.marcialuz.com e www.facebook.com/marcialuz.fanpage

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!