Como Aproveitar Melhor sua Consulta

Quando você vai ao reumatologista, o tempo da consulta é limitado. Se você for preparado, poderá aproveitar melhor esse tempo que tem com o seu médico. Confira aqui algumas dicas!
Para os portadores de doenças crônicas como a artrite reumatoide e a espondilite anquilosante, as consultas fazem parte da rotina. Assim que o diagnóstico é feito, você começará um plano de tratamento, que exigirá consultas periódicas para avaliar a atividade de doença e monitorar os possíveis efeitos colaterais das medicações.

O que é uma Consulta Bem Aproveitada?

Muitas vezes as pessoas saem da consulta sem ter entendido nada do que aconteceu. Uma consulta bem aproveitada é aquela em que o médico consegue fazer tudo o que é necessário para te avaliar corretamente, e ao mesmo tempo você consegue entender o que ele te disse sobre o seu estado, seu tratamento e o que você precisa fazer para se ajudar.

Dicas para uma Boa Consulta

1 – Leve suas Dúvidas para o Médico
Sempre vão existir dúvidas. O problema é que na hora da consulta a maioria das pessoas esquece quais eram elas. Para resolver isso, uma dica é anotar num papel e levar no dia da consulta. Mas lembre-se: o tempo da consulta não é infinito, então você deve priorizar as dúvidas que você considerar mais importantes. Já que você estará com um papel na mão, por que não anotar as orientações que o seu médico recomendar para você? Lembre-se de que você é a parte mais importante do seu próprio tratamento!
2 – Mantenha o Foco
Você já deve ter ouvido alguém falar que já foi ao médico e ele era tão legal que a pessoa contou a vida toda para ele, conversaram sobre futebol, novela ou qualquer outro assunto durante a consulta. Um médico simpático e, principalmente empático, é ótimo, pois nos faz sentir acolhidos. Você já sabe, porém, que o tempo da consulta não é infinito, então, aproveite ao máximo esse tempo para discutir os problemas relacionados à sua saúde.
3 – Seja Sincero
Quando o seu reumatologista te perguntar como você passou desde a última consulta, seja sincero. Conte a ele sobre as dores, a rigidez pela manhã e os efeitos dos medicamentos, e principalmente, conte se sua doença estiver piorando. Se você não estiver tomando os remédios, conte a ele, pois assim será possível encontrar outra alternativa. Não tenha medo ou vergonha de ser repreendido. Se você mentir ou esconder alguma informação, o prejudicado será você, e não o médico. Lembre-se de que o seu reumatologista só pode te ajudar com as informações que você passar para ele.4 – Desligue o seu Celular
Nós sabemos que nos dias atuais tudo acontece ao esmo tempo, e o celular não para de apitar com notificações sobre diversos assuntos e interesses seus. Entretanto, lembre-se de que o momento da consulta é precioso e, deve ser aproveitado ao máximo, pois é ali que está sendo tratado o assunto que é provavelmente o mais importante de todos: a sua saúde. Se o seu celular tirar a sua atenção da consulta, esse momento valioso estará sendo desperdiçado.

5 – Leve os Resultados dos Exames
Sempre que o seu reumatologista solicitar exames na consulta anterior, lembre-se de levar TODOS os resultados para ele na próxima consulta. Imprima todos os exames de laboratório, tanto os alterados quanto os normais, e se houver exames de imagem, não leve só o laudo, mas também as imagens ou o CD. Não jogue fora exames antigos, a menos que o seu médico autorize, pois pode ser que no futuro seja necessário comparar um exame com o outro.

6 – Não se Esqueça de Levar Anotado Todas as Medicações que Usa
Deixar de informar ao médico as medicações em uso é o erro mais frequente dos pacientes e aquele que tem as piores consequências. Um medicamento pode ser a causa de um sintoma, pode interagir com outros medicamentos, pode alterar exames de laboratório… E como o seu médico vai saber disso se você não informar para ele? Como ele vai te passar um remédio sem saber o que você já está tomando? Assim, sempre que for à consulta, não só do reumatologista, mas de qualquer médico, leve as suas receitas e se não tiver, pode até levar a cartelinha ou a caixa do remédio.

7 – Confira as Suas Receitas e Medicações Antes da Consulta
Muitos remédios na reumatologia precisam de receita médica para serem adquiridos. É frequente o paciente ir à consulta e esquecer de solicitar uma ou outra receita de que precisava, tendo que voltar ao consultório depois para consegui-la. Para evitar esse tipo de problema, antes de ir à consulta, veja como estão as suas receitas e o estoque das suas medicações, e confira se ao final da consulta o médico forneceu todas aquelas que você precisava.

8 – Procure Entender o seu Papel no Tratamento
As doenças reumáticas, em geral, não são estáticas, ou seja, pode ser que o seu tratamento mude várias vezes. Quando o médico alterar alguma coisa do tratamento, procure entender o que está mudando, o que você deve fazer de diferente e quando ele começará a surtir efeito. Muitas medicações podem levar meses para fazer efeito, e se você não souber disso, pode ficar frustrado. Pode ser que o reumatologista te encaminhe para outros profissionais, como o fisioterapeuta, o psicólogo, o terapeuta ocupacional ou até outros médicos especialistas. Frequentemente o paciente volta na próxima consulta sem nem lembrar que recebeu o encaminhamento. Pergunte sobre o por que estes encaminhamentos são importantes para você, e se realmente o forem, siga a recomendação e vá atrás deles!

Sabendo destas dicas, você estará mais preparado, e poderá aproveitar melhor o tempinho que tem com o seu reumatologista. Lembre-se de que vocês estão juntos nessa jornada e é preciso aproveitar esse tempo da melhor maneira possível, pois depois de você o seu médico terá outras pessoas para ajudar.

Aproveite e conheça também nossos guias de Como Conviver com Doenças Reumáticas 

 

Originalmente postado por ReumatoCare

Comentários
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: