Celulite infecciosa: O que é e como identificar

A celulite não é apenas um problema estético, ela pode evoluir para a celulite infecciosa (ou celulite bacteriana). Esse problema se dá quando um as bactérias entram na pele da pessoa, e vão afetando as partes mais profundas do tecido, causando dor, vermelhidão e inchaço.

Diferente da celulite que todo mundo conhece, que tem outro nome (fibroedema gelóide), a infecciosa pode ser a causa de sepse, ou seja: infecção generalizada, podendo levar até à morte!

Os sintomas da celulite infecciosa

É possível identificar a celulite infecciosa a partir dos sintomas abaixo:

– febre acima de 38ºC;
– vermelhidão intensa na pele;
– inchaço e dor na pele;
– pele muito quente.

É bom sempre procurar cuidados médicos, pois a princípio é difícil saber a diferença entre celulite infecciosa e erisipela (ou outras infecções da pele). Um dermatologista pode definir exatamente o que está acontecendo com o seu corpo e receitar o melhor.

O que causa a celulite infecciosa

A celulite infecciosa é causada quando uma bactérias do tipo Staphylococcus ou Streptococcus, que são encontradas em diversos locais de comum acesso, com alto grau de contaminação se não tratado (como um pós cirúrgico), ou cortes e picadas em locais de pouca higiene e que não foram tratados corretamente.

É contagiosa?

Sim e não. A celulite infecciosa não é algo contagioso a não ser que a outra pessoa possua uma dermatite séria, uma ferida não tratada que entre em contato com o local afetado, pois aí jaz o risco da bactéria também penetrar na pele é altíssimo.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a celulite infecciosa geralmente é iniciado com o uso de antibióticos orais, como Amoxicilina ou Cefalexina, por 10 a 21 dias, mas apenas o dermatologista poderá ser mais eficaz ao receitar o tratamento correto.

Fonte: https://perfeito.guru/rsmab-aujgn-pbgic-celulite-infecciosa-e-algo-perigoso-e-que-precisa-ser-e-como-identificar/

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!