Caminhar com ritmo e regularidade aumenta a expectativa de vida

Caminhar pode te fazer sair do sedentarismo. Mas como tem que ser esta caminhada para que ela conte como exercício físico? No Bem Estar desta sexta-feira, a educadora física Cristiane Peixoto explica: pode conversar? Precisa ter um ritmo?
Que atividades você faz sentado e poderia fazer caminhando? O médico do esporte e consultor do Bem Estar, Doutor Gustavo Magliocca, responde.
A caminhada pode ser usada como um ponto de partida para quem quer sair do sedentarismo, além de ser um importante fator de controle da pressão arterial, da glicemia no sangue e de prevenir a osteoporose, por causa do impacto intermitente, que estimula o osso a absorver melhor o cálcio.
A caminhada pode ser praticada por todas as faixas etárias, além de propiciar um melhor aproveitamento dos espaços públicos. Dificilmente é contraindicada, apenas para quem tem quadro inflamatório ou problemas articulares graves.

Social Media
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!