Até em suicídio pensei, mas Deus me mostrou uma luz no caminho

Fé em Deus, perseverança e o apoio da família que foram minha fortaleza.

Até em suicídio pensei, mas Deus me mostrou uma luz no caminho

Fé em Deus, perseverança e o apoio da família que foram minha fortaleza.

No início minha perna travou de um jeito que ficou dobrada, só andava de moletas, e com muitas dificuldades, passei 8 meses assim, indo de médico a médico onde achavam que fosse câncer ósseo e resolveram opera-la.

Quando saiu o resultado, piorou meu tormento, que era sinovite crônica inespecifica, desse resultado até um reumatologista me atender e chegar ao diagnóstico de AR foram dois anos, tomei várias medições orais (cloroquina, sulfalazina, MTX, arava).

Hoje voltei a andar, trabalhar graças a Deus e a intercessão de Maria, e estou tomando rituximabe, mas após cinco anos de infusão com ele as dores voltaram, mas com certeza bem melhor do que no início da doença, que até em suicídio pensei, mas Deus mim mostrou uma luz no caminho.

Não queiram desistir na primeira dor, é difícil sim, temos nossa vida totalmente modificada por causa desse problema de saúde, mas sempre existe solução para tudo na vida, inclusive poder conhecer e compartilhar nossas dores com o grupo que enche-nos de esperança. EncontrAR ❤️

Marcia, técnica de enfermagem, tem 49 anos e há 13 convive com artrite reumatoide e fibromialgia, mora em Crato/CE

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença! É super simples, basta preencher o formulário no link:https://goo.gl/UwaJQ4
Doe a sua história!

Comentários
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: