Agora penso por nós duas – Desafio de ser mãe com artrite reumatoide

Fui mãe aos 26 anos, uma gravidez não planejada, tive que interromper o tratamento, mas minha doença entrou em remissão. Com 41 semanas de gestação minha filha nasceu, de parto cesárea no dia 19 de julho de 2010 com 3.200kg e 48 cm, amamentei até os 6 meses
Por não ter sido uma gravidez planejada acabei descobrindo somente após o 3º mês, depois de muitas dores. Enfrente i desafio do risco da perda, passei por vários momentos de repouso absoluto, e fui medicada desde o momento da descoberta até o ultimo mês de gestação para manter o desenvolvimento da minha pequena.

O parto ocorreu perfeitamente bem, minha filha nasceu perfeita.  Após o desmame dela as dores que eram suportáveis vieram com força total, trazendo novas dificuldades, porém saber que aquela pessoinha dependia de mim me fez tirar forças de onde eu nem imaginava que existia. Hoje minha pequena está prestes a completar 7 anos de vida e saúde, e eu continuo o meu tratamento, agora pensando por duas. Agradeço a Deus por me permitir ser mãe e me fortalecer em cada momento, pois tenho certeza que se ela está aqui hoje ao meu lado foi porque ele quis.

Me chamo Marcela Soffiati, tenho 33 anos, tenho artrite reumatoide juvenil  há 26 anos.

Se você tem alguma experiencia para contar sobre a maternidade na artrite reumatoide, participe, envie sua história e uma foto para encontrar@encontrar.org.br, incentive e inspire outras mães e futuras mamães!

Anúncios

Social media manager, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Se você gostou dessa publicação, nos incentive a continuar, deixe seu comentário!