Adalimumabe

Medicamento Biológico – Anti-TNF

DMARD – 2º linha -Medicamento Modificador da Resposta Imunobiológica – Medicação Biológica muda o curso da doença ao impedir a ação da substância que provoca a inflamação.


Administração, como usar:

  • Seringas preenchidas com dose de 40 mg – -1 dose à cada 14 dias
  • Injetável via Subcutânea (agulha insulina)

Indicação:

  • Artrite Reumatoide
  • Artrite Psoriásica
  • Artrite Idiopática Juvenil (AIJ – ARJ) pode ser usado em crianças, no Brasil é preconizado à partir de 13 anos.
  • Espondilite Anquilosante

Contra-Indicação:
  • Gravidez
  • Lactação
  • Insuficiência renal
  • Insuficiência hepática
  • Insuficiência Cardíaca
  • Hepatite B
  • Esclerose Múltipla
  • Tuberculose ativa
  • Pessoas que já tiveram câncer devem ser avaliadas criteriosamente
  • Fibrose Pulmonar

Tempo para fazer efeito (controle da doença):
  • Em média 2 à 12 semanas (3 meses)

Exames solicitados pré-medicamento biológico

  • PPD (teste tuberculínico)
  • Radiografia de Tórax
  • Hemograma
  • Urina I
  • Provas de Função Hepática
  • Provas de Função Renal

Principais Efeitos Colaterais

  • Imunossupressão
    • (risco aumentado para infecções)
  • Intolerância Gástrica (náuseas, vômitos, gastralgia (dor no estômago), diarreia)
  • Calafrios
  • Febre
  • Dores musculares
  • Fraqueza e/ou Fadiga
  • Perda de apetite, náuseas, vômitos e diarréia
  • Alopecia
  • Hiperemia local aplicação (discreta irritação no local da injeção, que pode ficar vermelho e coçar).

Os efeitos colaterais diferem de pessoa para pessoa, cada organismo terá uma forma de reação ao medicamento biológico, os efeitos colaterais podem ser maiores nas primeiras doses e com o passar do tempo o organismo vai se adaptando de uma forma que os efeitos colaterais se tornam discretos.

Efeitos Colaterais Importantes e não tão comuns

  • Hepatotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração da função, ex: hepatite medicamentosa)
  • Nefrotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração da função dos rins)
  • Neurotoxidade (comprometimento e sintomas de alteração do Sistema Nervoso Central)

Muito comum, as pessoas se assustarem ao ler os efeitos colaterais de um medicamento biológico, porém, alguém já leu a bula da dipirona? e paracetamol?, saiba que o paracetamol é muito utilizado pela pessoa que tem dor crônica, porém, ninguém divulga que o uso indiscriminado de paracetamol pode levar a séria Hepatite Medicamentosa, por isso, se o seu médico prescreveu medicamento biológico, confie, ele estudou e sabe o que está prescrevendo.

Farmacovigilância

Além dos efeitos colaterais previstos, podem ocorrer efeitos colaterais raros e imprevisíveis, momento em que através de formulário próprio da ANVISA os dados são registrado e encaminhados para a farmacovigilância. Todo efeito colateral fora dos padrões esperados deve ser encaminhado a notificação para a ANVISA que é o órgão regulatório de registro e liberação para uso de medicamentos no Brasil


Cuidados:

  • Não Ingerir Bebidas Alcoólicas
  • Evite aglomeração de pessoas e lugares fechados
  • Utilize método contraceptivo, evite gravidez durante uso da medicação.
  • Avaliação Renal: exames de sangue: creatinina – uréia
  • Avaliação Hepática: exames de sangue, TGO – TGP – fosfatase alcalina
  • Hemograma completo
  • Urina I

Fornecido pelo SUS “Sistema Único de Saúde”
Distribuição gratuita, através da Assistência Farmacêutica, sendo necessário:

Exames obrigatórios para abertura de processo:

Laudo da Radiografia de mãos

Exames de Sangue:

  • Hemograma completo com plaquetas,
  • TGO – TGP
  • Uréia – Creatinina
  • VHS – Proteína C reativa
  • Fator Reumatóide
  • Urina I
As informações são apenas uma orientação geral, a pessoa indicada para orientar corretamente é o seu médico assistente (reumatologistas).
Texto adaptado de Arthritis Research UK e Bulas. Med

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

13 Comentários

  1. Gostaria de saber se o uso de Adalimumabe é de uso continuo ou é administradro em doses periodicas no coso de artrite reumaitoide,tenho 61 anos e faço tratamento com um especialista

    • João, o Adalimumabe é um medicamento de uso contínuo, é feito uma injeção a cada 15 dias, o tempo em meses ou anos, depende da evolução de cada paciente e é o médico que determina isso. A princípio pela idade não existe contra indicação.
      Converse com o seu médico!

  2. Eu uso o Humira por causa da artrite psoriatica ja há 3 anos quero saber quanto tempo ainda vou fazer de medicação, mas melhorei bastante porque estva pessima da psoriase obrigada

    • Luisa, o Humira é um medicamento de uso contínuo, não existe tempo minimo ou máximo de tratamento, o que determina o tempo é o controle da doença, ou a perda da eficácia, e essa é uma decisão médica, que deve ser criteriosa, pois na Artrite Reumatoide ou Artrite Psoriásica, nunca devemos ficar sem medicamentos, pois corre o risco da doença ser reativada. Converse com o seu médico! Boa Sorte

  3. Boa tarde, faço uso da humira à três meses e percebi que estou engordando. Pode ser uma reação do medicamento?

  4. estou na quarta dose do humira e estou percebendo reaçoes como coceiras com bolinhas pelo corpo principalmente nos bracos, colo, barriga e pernas. tambem uma certa fadiga e canceira. isso é normal?
    tenho artrite reumatoide a 4 anos

  5. Minha mãe começou o tratamento com Adalimumabe , já recebeu a terceira dose, mas ela está pior que antes.O que faremos, esperamos mais tempo para fazer efeito?

    • 3 doses é muito pouco pra saber se a medicação é eficaz para o caso da sua mãe ou não, para esses dias de mais dor converse com o médico para receitar algum anti inflamatorio ou analgésico pois o medicamento sozinho não vai tirar completamente a dor.

  6. Tenho crohn e faço uso de Humira há 4 meses
    Desde então, Esporadicamente, tem aparecido espinhas no meu rosto e na minha cabeça.
    É normal isso?
    Moro em Brasília, gostaria de receber indicações de médicos com experiência em crohn.

    • Miriam, esse não é um sintoma comum, observado pelas pessoas que utilizam o Humira. Recomendamos que converse com o seu reumatologista e consulte um dermatologista.

Olá, deixe um comentário!