Acrescentar metotrexato oral aos corticosteroides intra-articulares pode não beneficiar pacientes com artrite idiopática juvenil oligoarticular: estudo publicado no The Lancet

O professor Angelo Ravelli e colaboradores do Grupo de Estudos de Reumatologia Pediátrica da Itália publicaram online, no periódico The Lancet, um trabalho para orientar o tratamento da artrite idiopática juvenil oligoarticular. Objetivou-se investigar se o metotrexato oral aumenta a eficácia da terapia intra-articular com corticosteroides.

Foi realizado um estudo prospectivo, aberto, randomizado em dez hospitais na Itália. Utilizando uma lista oculta gerada por computador, as crianças menores de 18 anos com doença oligoarticular inicial foram atribuídas aleatoriamente (1:1) a receber corticosteroides intra-articulares isoladamente ou em combinação com metotrexato oral (15 mg/m²; máximo 20 mg).

Os corticosteroides utilizados foram hexacetonida de triancinolona (ombro, cotovelo, punho, joelho e articulaçõestibiotalares) ou acetato de metilprednisolona (articulações subtalares e tarsais). Não foram encobertos pacientes ou pesquisadores em tarefas de tratamento. O desfecho primário foi a proporção de pacientes na população com intenção de tratamento que teve remissão da artrite em todas as articulações injetadas aos 12 meses.

Entre 7 de julho de 2009 e 31 de março de 2013, foram selecionados 226 participantes e distribuídos aleatoriamente 102 para receberem corticoides intra-articulares sozinhos e 105 para receberem corticosteroides intra-articulares mais metotrexato oral. Trinta e três pacientes (32%) que receberam apenas corticoide intra-articular e 39 pacientes (37%) que foram submetidos a tratamento com corticosteroides intra-articulares e metotrexato tiveram remissão da artrite em todas as articulações injetadas (p=0,48). Os eventos adversos foram registrados em 20 pacientes (17%) que receberam metotrexato, o que levou à descontinuação definitiva do tratamento em dois pacientes (um devido ao aumento das transaminases hepáticas e um por desconforto gastrointestinal). Nenhum paciente apresentou evento adverso grave.

Observou-se que a administração concomitante de metotrexato não aumentou a eficácia da terapêutica intra-articular com corticosteroides. Estudos futuros são necessários para definir as estratégias terapêuticas ideais para a artrite idiopática juvenil oligoarticular.

Fonte: News Med

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!