Convivendo com Síndrome de Sjogrën

Em 2002 eu tinha 9 anos de idade quando senti dores abdominais muito fortes, fui internada e o médico disse que era virose, 12 dias se passaram e eu piorei muito, com ajuda de pessoas fui internada no HB Hospital de São José do Rio Preto, onde me trato quando estou em crise.

A 1ª suspeita foi de leucemia, ficamos sem chão mas Deus é bom, e no dia 26 de dezembro do mesmo ano a notícia foi menos ruim, era síndrome de sjogrën, ai tive uma crise, me deu ulceras na vagina,  duas delas que pareciam 1.000, e me deu infecção de pleura.

No ano passado dia 1º de julho eu fui internada novamente apenas com dor abdominal forte, no HB disseram que era infecção e deram antibiótico, me deu angioedema e fiquei internada 8 dias, quando sai eram 15:30h da tarde e precisei voltar as 22:30h da noite pois havia contraído flebite, essas bactérias quase levaram meu braço.

No dia 17/02/2016 fui internada de novo com vasculite por todo o corpo, arde, coça e dói, não posso usar roupas.

Me chamo Treiceane Carla Tófoli Gagige, tenho 22 anos, moro na cidade de Olimpia – SP, convivo com a síndrome de sjogrën há 8 anos, por causa dessas doenças estou impossibilitada de trabalhar.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Social Media

Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×

Social media manager, digital influencer, blogueira, youtuber e redatora, ativista em saúde motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide há 7 anos, patient advocacy, mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!